Está aqui

CGTP inicia Jornada de Ação e Luta

Durante quatro semanas, “em todos os setores, em todo o país”, a central sindical organiza plenários, ações de rua e greves. Isabel Camarinha diz que “os trabalhadores estão muito descontentes e mobilizados para lutar por melhores condições de vida e de trabalho”.
Manifestação da CGTP no Porto. Junho de 2021. Foto da CGTP.
Manifestação da CGTP no Porto. Junho de 2021. Foto da CGTP.

Começa esta segunda-feira a Jornada de Ação e Luta da CGTP-IN. Durante quatro semanas, até ao dia 15 de julho, a central sindical organiza uma série de plenários, ações de rua e greves com o lema “Pelo aumento geral dos salários! Pelo emprego com direitos! Pela revogação das normas gravosas da legislação laboral!”.

Com esta iniciativa desenvolvida "em todos os setores, em todo o país", pretende-se “dar ainda maior dinâmica reivindicativa aos processos de luta em torno do aumento dos salários, da valorização das carreiras e profissões, da negociação da contratação coletiva, combate à precariedade, luta pela redução dos horários e rejeição da sua desregulamentação, melhoria das condições de trabalho, resposta aos problemas dos trabalhadores, insuficiência e desequilíbrio das medidas do Governo, defesa e reforço dos serviços públicos e das Funções Sociais do Estado, para garantir a valorização do trabalho e dos trabalhadores e o desenvolvimento do país”.

Na altura em que foi decidida pela Comissão Executiva da Intersindical, a secretária-geral, Isabel Camarinha, tinha justificado em declarações à Lusa: “decidimos avançar com esta jornada nacional de ação e luta porque constatámos que os trabalhadores estão muito descontentes e mobilizados para lutar por melhores condições de vida e de trabalho”.

Para a dirigente sindical, “os trabalhadores estão indignados por verem os seus salários serem engolidos pelo salário mínimo, devido a anos consecutivos sem aumentos, por não terem qualquer valorização das carreiras”, tendo estimado a participação de de “milhares de trabalhadores, de centenas de empresas e locais de trabalho”.

Termos relacionados Sociedade
(...)