CGTP convoca manifestação nacional para 18 de março

18 de fevereiro 2023 - 11:52

“Todos a Lisboa! Aumento geral dos salários e pensões – emergência nacional!” é o lema da manifestação convocada pela central sindical, que diz querer "abrir caminho à convergência da força imensa dos trabalhadores".

PARTILHAR
Foto de Paulete Matos

O Conselho Nacional da CGTP convocou esta sexta-feira uma manifestação nacional para o dia 18 de março, um sábado, pelo "aumento dos salários e pensões no imediato, a fixação de limites máximos nos preços dos bens e serviços essenciais e a taxação extraordinária sobre os lucros colossais das grandes empresas".

Além destas reivindicações, a central sindical aponta a "degradação das condições de vida dos trabalhadores, reformados, pensionistas e suas famílias, a ausência de respostas aos problemas e a necessidade de fazer convergir a luta desenvolvida e em desenvolvimento" como razões para a convocatória deste protesto nas ruas de Lisboa.

A CGTP defende o aumento dos salários em, pelo menos, 10% e não inferior a 100€, para todos os trabalhadores, a valorização das carreiras e profissões, a fixação dos 850 euros para o Salário Mínimo Nacional, com referência a Janeiro de 2023, a efectivação do direito de contratação colectiva, a jornada de 35 horas semanais para todos e o combate à desregulação dos horários.

Na lista de reivindicações deste protesto estão também a erradicação da precariedade, a revogação das normas gravosas da legislação laboral, o aumento de todas as pensões e reformas, que reponha o poder de compra e assegure a sua valorização, o reforço dos serviços públicos e funções sociais do Estado e a garantia do direito à habitação.

O Conselho Nacional da CGTP apelou ainda à continuação do desenvolvimento da ação reivindicativa nos locais de trabalho, empresas e sectores, "multiplicando as vozes da indignação, protesto e reivindicação, trazendo essas vozes para a rua, abrindo caminho à convergência da força imensa dos trabalhadores".