Está aqui

Castelo Branco: Poluição visível na albufeira de Santa Águeda/Marateca

No dia 3 de janeiro era visível a poluição na albufeira classificada como de águas públicas protegidas, localizada no concelho de Castelo Branco. Notícia publicada no Interior do Avesso
Foto de Plataforma De Defesa Da Albufeira De Santa Águeda / Marateca | Facebook

A Plataforma de Defesa da Albufeira de Santa Águeda/ Marateca denunciou o episódio de poluição detetado no dia 3 janeiro, tendo alertado o SEPNA (Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente), APA (Agência Portuguesa do Ambiente) e Câmara Municipal de Castelo Branco.

De acordo com o POASAP (Plano de Ordenamento), “esta albufeira encontra-se classificada como  albufeira de águas públicas protegidas, que são aquelas cuja água é ou se prevê que venha a ser utilizada para abastecimento de populações e aquelas cuja proteção é ditada por razões de defesa ecológica, de acordo com o disposto no Decreto Regulamentar n.o 2/88, de 20 de Janeiro, alterado pelos Decretos Regulamentares n.os 37/91, de 23 de Julho, e 33/92, de 2 de Dezembro, e pelo Decreto-Lei n.o 151/95, de 24 de Junho.”

“O ordenamento do plano de água e zona envolvente procura conciliar a forte procura desta área com a conservação dos valores ambientais e ecológicos, principalmente a preservação da qualidade da água, e ainda o aproveitamento dos recursos através de uma abordagem integrada das potencialidades e das limitações do meio, com vista à definição de um modelo de desenvolvimento sustentável para o território”, ainda de acordo com o POASAP.


Notícia publicada no Interior do Avesso

Termos relacionados Ambiente
(...)