Está aqui

Casa do Alentejo em Toronto hasteia bandeira LGBTQI

Pela primeira vez, a associação portuguesa de Toronto vai hastear a bandeira no mês de junho, para mostrar “que a Casa do Alentejo é uma casa segura para todos, que é um local inclusivo”, afirmou o presidente da associação.
Bandeira - Périplo LGBT, Lisboa – Foto de Ana Mendes, flickr do esquerda.net
Bandeira - Périplo LGBT, Lisboa – Foto de Ana Mendes, flickr do esquerda.net

À Lusa, o presidente da Casa do Alentejo de Toronto, Carlos Sousa, declarou: “Queremos mostrar que a Casa do Alentejo é uma casa segura para todos, que é um local inclusivo”.

“É a primeira vez que se faz (o hastear da bandeira arco-íris) na nossa comunidade. Queremos enviar duas mensagens, de que estamos a celebrar o Mês LGBTQI e também que a Casa do Alentejo é uma casa segura, um local inclusivo”, acrescentou Carlos Sousa. Junho é o mês LGBTQI (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transgénero, Queer, Intersexuais) e, no Canadá, vários edifícios governamentais, municipais e várias organizações públicas e civis hasteiam a bandeira da comunidade.

José Dias, um dos promotores da iniciativa e fundador de uma associação LGBTQI, disse à Lusa que “ainda há preconceito na comunidade”, com pessoas com uma vida LGBT “escondida em casa da sua vida pública”, o que gera confusão nos mais jovens.

Este estigma ainda existe na comunidade portuguesa, com pessoas ainda com “receio de se identificarem com a comunidade LGBT que é um fenómeno enorme”, disse ainda José Dias e acrescentou: “Os pais mais novos já são muito mais liberais e aceitam a comunidade LGBTQI, existindo ainda uma parte da população mais idosa, uma dificuldade que têm de aprender a lidar”.

Este assistente social está a planear algumas iniciativas para debater problemas dentro da comunidade LGBT e cativar mais “juventude a entrar nas associações portuguesas como a Casa do Alentejo”, estando também previsto um programa de educação destinado aos pais a lidarem com os “filhos e filhas que se identificam com a comunidade LGBT”.

A Casa do Alentejo em Toronto “é uma casa de inclusão”, desde a década de 1990, dizem, sublinhando que colaboram com o movimento LGBTQI, através da cedência de instalações para diversas inciaitvas.

Segundo a Lusa, outras associações portuguesas, como a Casa dos Açores do Ontário, já anunciaram que também vão hastear a bandeira LGBTQI.

Termos relacionados Sociedade
(...)