Está aqui

Bloco questiona Governo sobre intoxicações alimentares de trabalhadores

Cerca de cinquenta trabalhadores da empresa Cifial, em Santa Maria da Feira, sofreram uma intoxicação alimentar. De acordo com o Bloco, “não é a primeira vez que esta situação ocorre”, o que levou o partido a questionar o Governo. 
Santa Maria da Feira: Bloco questiona Governo sobre intoxicações alimentares de trabalhadores. Fotografia: despedimentos.pt

O Bloco de Esquerda endereçou uma pergunta ao Governo, designadamente ao Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social sobre a situação vivida na Cifial. O partido pretende saber se “a Autoridade para as Condições do Trabalho tem fiscalizado esta empresa” bem como aferir “que medidas vai implementar para rapidamente colocar um fim nesta situação que atenta contra a saúde dos trabalhadores”. 

Em causa está a qualidade das refeições servidas nas cantinas desta empresa. Na passada semana, cerca de cinquenta trabalhadores “tiveram uma intoxicação alimentar na passada semana devido à falta de qualidade dos ingredientes utilizados na confeção da comida que é servida aos trabalhadores das fábricas de Rio Meão e Paços de Brandão”, afirma o partido. 

A confeção das refeições em causa está entregue a empresas externa” e, segundo o Bloco, é a “falta de qualidade” da comida que tem “provocado várias intoxicações alimentares aos trabalhadores ao longo dos anos”, pelo que “urge adotar medidas céleres para colocar um término a estas situações”. 

Na pergunta endereçada ao Governo, o Bloco refere que o subsídio de refeição devido aos trabalhadores da Cifial, no valor de 4,77 euros por pessoa, vem sendo substituído por alimentação na cantina sem que esses trabalhadores estejam a usufruir plenamente da permuta. Como a empresa só estará a pagar “cerca de 2,5 euros por cada refeição”, o BE questiona “se a baixa qualidade dessas refeições não servirá também para que a Cifial esteja a poupar à custa do subsídio de refeição dos trabalhadores”.

A Cifial, com mais de 250 trabalhadores, é uma empresa de torneiras, sanitários e fechaduras com duas unidades produtivas no concelho de Santa Maria da Feira, situadas em Rio Meão e Paços de Brandão. 

AnexoTamanho
PDF icon pergunta.pdf149.02 KB
Termos relacionados Sociedade
(...)