Está aqui

Bloco quer discutir decreto das carreiras dos técnicos de diagnóstico e terapêutica

O recém-publicado decreto das carreiras dos técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica coloca 97% dos trabalhadores no escalão base. Bloco pediu apreciação parlamentar.
Técnicos superiores de diagnóstico e terapêutico vão voltar a São Bento no dia 21 de fevereiro. Foto Sindite/Facebook

“A aplicar-se o Decreto-Lei agora publicado, cerca de 97% dos técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica serão colocados na base da nova carreira. Para além disso, o tempo de serviço e os pontos obtidos por avaliação no desempenho de funções da anterior carreira são desconsiderados, o que fará com que profissionais com 10, 15, 20 ou mais anos de serviço sejam colocados na base da nova carreira e quase sem hipótese de progressão até ao final da sua vida de trabalho”, refere o requerimento entregue pelo Bloco de Esquerda na Assembleia da República, justificando o pedido de apreciação parlamentar do decreto.

A criação de uma carreira própria é uma reivindicação antiga dos técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica, que nas últimas duas décadas têm lutado por esta forma de dignificação do seu trabalho. Mas a nova carreira foi criada sem que houvesse acordo acerca das regras de transição dos técnicos ou a sua tabela salarial.

O Bloco lamenta que o Ministério da Saúde tenha decidido encerrar as negociações de forma unilateral e avançar para este decreto que coloca quase todos os profissionais na base da carreira, abrindo também “a possibilidade de apagão a todos os anos de serviço”.

“Estes trabalhadores são absolutamente essenciais ao Serviço Nacional de Saúde, mas continuam sem ser valorizados como tal”, critica o Bloco de Esquerda. Existem cerca de dez mil técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica nos serviços públicos de saúde em áreas como as análises clínicas, radiologia, fisioterapia e muitas outras. Depois das várias greves efetuadas no ano passado, prometem voltar às ruas já no dia 21 de fevereiro, com uma manifestação em frente à Assembleia da República.

Termos relacionados Política
(...)