Está aqui

Bloco promove audição pública sobre justiça e violência de género

A audição tem lugar esta quinta-feira na Assembleia da República e conta com intervenções do juiz desembargador Eurico Reis e das procuradoras Aurora Rodrigues e Fernanda Alves.

Tendo em conta o aumento do número de mulheres vítimas do crime de violência doméstica em Portugal, o Bloco de Esquerda pretende ouvir pessoas de várias áreas relacionadas com o fenómeno da violência de género. A audição pública realiza-se esta quinta-feira às 17h30 no Centro de Acolhimento ao Cidadão da Assembleia da República e tem entrada livre.

Entre os oradores na audição, está a procuradora Aurora Rodrigues, vice-presidente da Associação Portuguesa de Mulheres Juristas e magistrada em Évora; a procuradora Fernanda Alves, do DIAP de Lisboa; o juiz desembargador Eurico Reis; o presidente da Associação Portuguesa de Criminologia, Vítor Silva; a presidente da UMAR, Elisabete Brasil; a jornalista do Expresso Carolina Reis; a socióloga Isabel Ventura, autora do livro “Medusa no Palácio da Justiça ou Uma História da Violação Sexual”; e a coordenadora bloquista Catarina Martins.

“É essencial debater propostas válidas para atacar esta onda de femicídios, ouvindo pessoas de todas as áreas envolvidas. Só pensando este problema de forma transversal, atuando ao nível da prevenção, mas não desvalorizando nem a vítima nem o crime, é que estaremos em condições de responder não só ao crime de violência doméstica, mas a todos os crimes de violência de género”, refere a apresentação da iniciativa.

Termos relacionados Política
(...)