Está aqui

Bloco organiza Audição Pública sobre “Livrarias independentes”

A iniciativa, intitulada “Livrarias independentes: a urgência de uma resposta política”, realiza-se na próxima segunda-feira, dia 23 de abril, às 17h, na sala 1 das comissões da Assembleia da República.

No convite do evento, o Grupo Parlamentar (GP) do Bloco de Esquerda assinala que “as livrarias independentes sobrevivem à custa de uma luta incansável com muitas dificuldades”, sendo que “muitas estão a fechar - já não se trata de um caso ou dois, é um fenómeno para o qual é preciso olhar e encontrar soluções”.

“Os gigantes da distribuição, nomeadamente online, monopolizam o mercado”, refere o GP bloquista, sublinhando que os mesmos, “com dimensão para poderem usar técnicas comerciais agressivas ou ao arrepio da lei - por exemplo no caso do desrespeito pela lei do preço fixo do livro - secam o que está à volta, colocando em causa a diversidade e qualidade da oferta do livro”.

“Adicionalmente, a hostilidade criada pela pressão imobiliária nas maiores cidades leva a que muitos pequenos retalhistas tenham de fechar portas. Para impedirmos que mais livrarias independentes fechem, o convite para o debate fica aberto”, remata.

A iniciativa conta com a participação de Francisco Vaz da Silva (Gigões & Anantes, Aveiro), Rosa Azevedo e Duarte Pereira (Snob, Lisboa), Joaquim Gonçalves (Á das Artes – Sines), Sofia Afonso e Helena Veloso (Centésima Página, Braga), Bernardino Aranda (Tigre de Papel, Lisboa), Pedro Vieira (Escritor e Ilustrador), Jorge Campos (Deputado) e Catarina Martins (Coordenadora do Bloco de Esquerda).

 

Termos relacionados Política
(...)