Está aqui

Bloco Açores acusa Vasco Cordeiro de tentar fugir às responsabilidades no desconfinamento

O Bloco Açores repudia as declarações do Presidente do Governo Regional, por na passada sexta-feira ter apontado o dedo às pessoas, enquanto responsáveis por um eventual aumento do númro de casos de covid-19 na região.
Bloco Açores acusa Vasco Cordeiro de tentar fugir às responsabilidades no desconfinamento – Foto de acores.bloco.org
Bloco Açores acusa Vasco Cordeiro de tentar fugir às responsabilidades no desconfinamento – Foto de acores.bloco.org

O Bloco Açores refere que o Presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro, afirmou que "o comportamento individual não reside nos enfermeiros, não reside nos médicos, não reside no Serviço Regional de Saúde. Esses entram em ação por descuido, por desinteresse, por irresponsabilidade, em alguns casos”.

“Nestas declarações Vasco Cordeiro tenta lavar as mãos das suas responsabilidades enquanto governante e, ao jeito de um mestre-escola, atira com lições de moral ao povo”, considera o Bloco Açores, acrescentando que “o Governo Regional não se pode demitir de investir no SRS, dotando-o de capacidade da resposta não apenas à covid-19 mas a todas as suas responsabilidades que não podem ficar para trás”.

“Em vez das reprimendas ao povo, o Governo deveria era preocupar-se em responder às reivindicações dos enfermeiros e dos técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica que mais uma vez foram enganados por uma simulação de negociação que nada resolveu, no mesmo dia das declarações”, acusa ainda o partido na região.

Segundo a Lusa, este sábado a Região dos Açores tinha um total de 174 casos de infeção pela covid-19, havendo atualmente 16 casos positivos ativos, sendo 15 na ilha de São Miguel e um na ilha Terceira.

Termos relacionados Política
(...)