Está aqui

Bispo do Funchal revoga suspensão do padre Martins

O bispo do Funchal, Nuno Brás, revogou a suspensão 'a divinis' do padre Martins Júnior, que tinha sido decretada em 1977 pelo bispo Francisco Santana. Martins Júnior é nomeado administrador da paróquia da Ribeira Seca, que será visitada pelo bispo no dia 14 de julho.
Padre Martins - Foto de Diário de Notícias da Madeira
Padre Martins - Foto de Diário de Notícias da Madeira

A diocese do Funchal anunciou a revogação neste domingo, 16 de junho de 2017. "No dia 27 de julho de 1977, o bispo D. Francisco Santana, decretou a suspensão ‘a divinis’ do reverendo Padre Martins Júnior. Tendo em consideração que, passados estes anos, as razões primeiras que levaram à aplicação e manutenção dessa pena deixaram de existir, o Bispo do Funchal, depois de ouvido o reverendo Padre Martins Júnior e os Conselhos Episcopal e dos Consultores, decidiu revogar a referida pena de suspensão", refere a nota do Paço Episcopal.

Uma “boa nova”

Em declarações à agência Lusa, o padre Martins Júnior afirmou:

"Foi uma boa nova, sobretudo para esta comunidade da Ribeira Seca e também, acho, para a história da Igreja na Madeira porque, depois de vários anos, houve um bispo que tomou nas mãos as rédeas desta embarcação chamada Diocese do Funchal".

O padre Martins Júnior diz que Nuno Brás “acionou o botão necessário para que se fizesse mais luz e menos trevas, que se fizesse mais justiça e menos abusos e arbitrariedades por parte da autoridade" e considera que a sua suspensão foi “um embuste”, numa época em que a Igreja estava “ao serviço da prepotência política”.

Martins Júnior foi presidente da Câmara de Machico, eleito em 1989 pela UDP e em 1993 pelo PS. Foi também deputado na Assembleia Regional da Madeira, eleito pela UDP por quatro vezes, entre 1976 e 1988, e pelo PS por três vezes, entre 1996 e 2004.

Em nota na sua página no facebook, Roberto Almada salienta que se trata da “correcção de uma injustiça que deve animar todos os combatentes pela Democracia e Liberdade nesta terra”:

 

Termos relacionados Política
(...)