Está aqui

Beatriz Dias questiona Governo sobre agressões no Cais do Sodré

Sobre as agressões policiais a duas mulheres na noite do passado domingo, difundidas nas redes sociais, o Bloco pergunta ao ministério da Administração Interna (MAI) que medidas tomou para o cabal esclarecimento dos factos ocorridos e para prevenir situações de violência policial.
Beatriz Dias, deputada do Bloco de Esquerda – Foto de António Cotrim/Lusa (arquivo)
Beatriz Dias, deputada do Bloco de Esquerda – Foto de António Cotrim/Lusa (arquivo)

Na pergunta, a deputada Beatriz Dias lembra que no vídeo, que circulou nas redes sociais, é possível ver vários agentes a “deter de forma violenta” uma mulher e a “imobilizar também de forma violenta uma outra mulher”, que é cidadã brasileira e que procurava ajudar a primeira.

No documento, considera-se que a atuação policial foi “manifestamente desproporcionada”, lembrando que incluiu o disparo de um tiro para o ar, e aponta-se que a ação parece configurar “uma evidente violação dos princípios da necessidade e da proporcionalidade que devem reger o uso de armas de fogo pelas forças de segurança”.

O grupo parlamentar bloquista manifesta a sua preocupação com “o recrudescimento em Portugal de casos de agressões a cidadãs e cidadãos por parte de elementos das forças de segurança, em diversas ocasiões praticados contra pessoas racializadas e/ou migrantes” e lembra que tem alertado para estas situações, bem como ONG’s nacionais e ointernacionais, “como a Amnistia Internacional e a Comissão Europeia contra o Racismo e a Intolerância do Conselho da Europa”.

Beatriz Dias pergunta ao MAI que medidas tomará para o esclarecimento dos factos, se já deu conhecimento à Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) “para apuramento das responsabilidades”, e que medidas vai “implementar para a investigação, prevenção e combate ao fenómeno da violência policial em Portugal”.

Termos relacionados Política
(...)