Está aqui

Austrália bate recorde de temperatura pelo segundo dia consecutivo

Os 41.9ºC de média nacional da temperatura máxima atingidos na quarta-feira são um novo recorde no país, batendo por um grau a temperatura da véspera.
Nova Gales do Sul
Os incendios na Nova Gales do Sul têm sido constantes nos últimos meses. Foto Allison Brown/Flickr

A onda de calor na Austrália veio juntar-se ao período de seca prolongada que está a alimentar gigantescos incêndios florestais no país. O estado de emergência foi declarado em Nova Gales do Sul pela segunda vez em menos de um mês. Os bombeiros combatem ali mais de cem incêndios, depois de nos últimos meses os fogos terem destruído centenas de habitações e causados seis mortes.

Esta quarta-feira, a média da temperatura máxima a nível nacional situou-se nos 41.9ºC, batendo assim os 40.9ºC da véspera e o anterior recorde de janeiro de 2013, quando o mesmo registo indicou 40.3ºC.

Na terça-feira foi também batido o recorde de temperatura máxima no mês de dezembro no país, com a cidade de Eucla a atingir 49.8ºC, batendo um recorde que vinha desde 1972, em Birdsville, onde os termómetros atingiram os 49.5ºC.

Já esta quinta-feira, dois grandes incêndios estão a lavrar perto da cidade de Sydney, deixando a cidade debaixo de um manto de fumo e com níveis de qualidade do ar considerados perigosos. Entretanto, aumenta a indignação com a falta de ação do governo para prevenir e combater a crise climática. O principal alvo desta indignação é o primeiro-ministro, que se encontra de férias no Havai com a família durante a atual crise. Centenas de pessoas juntaram-se esta quinta-feira junto à sua residência oficial em protesto pela sua ausência e também a exigir ação para combater as alterações climáticas.

Termos relacionados Ambiente
(...)