Está aqui

Agressões em manifestação pelos direitos trans em Kiev

Um grupo de manifestantes pelos direitos das pessoas transgénero foi alvo de agressões por elementos da extrema-direita este domingo em Kiev.
Foto Agência Lusa

Cerca de 30 a 40 pessoas manifestaram-se este domingo em Kiev com bandeiras arco-íris e cartazes que diziam "a transfobia deve ser parada". Esta manifestação foi atacada por elementos ligados à extrema-direita que lançaram bombas de gás lacrimogéneo e, segundo a agência noticiosa francesa AFP, agrediram duas mulheres que tiveram de receber assistência no local.

Dois jornalistas estrangeiros, Christopher Miller e Michael Colborn, foram igualmente agredidos. Christopher Miller partilhou no seu twitter imagens da agressão de que foi alvo.

Recorde-se que estas agressões não são, de todo, um episódio isolado. Por exemplo, já na primeira marcha do orgulho gay realizada na Ucrânia, em 2013, os cerca de cem manifestantes tinham sido atacados, episódio do qual resultaram 13 detenções.

Termos relacionados Internacional
(...)