Está aqui

“Agora temos uma carreira com três contagens de tempo de serviço para o mesmo descongelamento”

Catarina Martins lamentou que PS e PSD não tenham explicado aos professores “o que vai acontecer com a verdadeira confusão que hoje foi criada” com o chumbo da contagem integral do tempo de serviço.
Catarina Martins
Foto de Paula Nunes

“Está criada uma enorme confusão no país com esta contagem”, afirmou a coordenadora do Bloco, lamentando que PS e PSD se tenham juntado esta sexta-feira em São Bento para chumbar a medida que aplicaram nos Açores e na Madeira, onde governam com maioria absoluta. “E agora temos uma carreira que tem três contagens de tempo de serviço para o mesmo descongelamento”, sublinhou a coordenadora do Bloco de Esquerda.

“Registo que nenhum dos intervenientes que disse uma coisa e depois a outra — e que aliás decidiu nas Regiões Autónomas de uma maneira e no parlamento na outra — teve sequer uma palavra para os professores e explicar-lhes o que vai acontecer com a verdadeira confusão que hoje foi criada”, prosseguiu Catarina Martins.

Questionada pelos jornalistas em Bragança sobre o chumbo da contagem integral do tempo de serviço congelado aos professores, que o primeiro-ministro disse ser um sinal de “responsabilidade”, Catarina Martins afirmou que “responsabilidade seria os partidos terem feito aquilo que acordaram” e defendeu que “a democracia se fortalece quando somos todos claros nos compromissos que assumimos”.

“Até 2017 estava toda a gente de acordo. Primeiro o governo mudou de ideias, depois o PS mudou de ideias, finalmente PSD e CDS que estiveram sempre contra a contagem passaram a estar a favor e depois no final mudaram de ideias também”, resumiu a coordenadora bloquista. Catarina Martins referiu-se também à forma como a questão foi apresentada à opinião pública. “Eu ouvi ao longo destes dias dizer tudo e mais alguma coisa. Ouvi dizer que se estava a repor tempo de serviço. Não há nenhuma reposição. Há uma contagem para saber onde os trabalhadores ficam, a partir do momento em que a carreira é descongelada“, recordou.

Termos relacionados Política
(...)