Está aqui

Açores: trabalhadores da Atlânticoline em greve a partir de quarta-feira

Entre os dias 1 e 31 de dezembro, os trabalhadores das Atlânticoline, nos Açores, estão em greve parcial. Entre outras reivindicações, estão em causa aumentos salariais bem como a luta contra a imposição da empresa de redução do período de trabalho pago como horário noturno.
Trabalhadores da AtlânticoLine em greve a partir de amanhã. Fotografia: CGTP

O Sindicato dos Trabalhadores da Marinha Mercante, Agências de Viagens, Transitários e Pesca (SIMAMEVIP) entregou um pré-aviso de greve relativo aos trabalhadores da Atlânticoline, sob a forma de paralisação total do trabalho, com início previsto para as 00:00 do dia 01 de dezembro e conclusão às 24:00 do dia 31 de dezembro. 

A Atlânticoline opera o transporte marítimo entre as ilhas do Faial, Pico e São Jorge, no grupo central daquele arquipélago. 

O Tribunal Arbitral definiu como “serviços mínimos diários” a realização de quatro ligações durante o período de greve: duas entre Madalena na ilha do Pico, e a Horta, na ilha do Faial, e outras duas no sentido inverso.

Como serviços mínimos foram ainda decretadas quatro ligações de 01 a 15 de dezembro (Horta/Madalena, Madalena/Velas, Velas/Madalena, Madalena/Horta) e outras quatro viagens de 16 a 31 de dezembro (Horta/Madalena, Madalena/Velas, Velas/Madalena e Madalena/Horta).

Há vários meses que se arrastam as negociações entre a administração da Atlânticoline e os trabalhadores, representados pelo Sindicato dos Trabalhadores da Marinha Mercante, Agências de Viagens, Transitários e Pesca. Perante a intransigência da entidade patronal, o sindicato avançou com este pré-aviso de greve. 

Termos relacionados Sociedade
(...)