Está aqui

Acolhimento de imigrantes do Lifeline já nas mãos do SEF

De acordo com informação da agência Lusa, dois inspetores do SEF estão em Malta desde domingo passado, de forma a permitir que os imigrantes resgatados do navio humanitário Lifeline possam ser acolhidos em Portugal.
Navio Lifeline dedica-se à busca e resgate de migrantes no Mediterrâneo. Fotografia do website mission-lifeline.de
Navio Lifeline dedica-se à busca e resgate de migrantes no Mediterrâneo. Fotografia do website mission-lifeline.de

Os inspetores em questão estarão “a tratar dos procedimentos”, ao mesmo tempo que preparam “o acolhimento em Portugal aos cidadãos estrangeiros que foram recolhidos pelo navio Lifeline, nomeadamente as entrevistas”. O SEF está ainda a tratar da logística necessária ao acolhimento.

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, respondendo positivamente ao pedido de ajuda do governo de Malta para que acolhesse uma parte das 234 pessoas resgatadas pelo navio Lifeline, afirmou que Portugal tem condições para acolher cerca de um décimo, mas ainda não se sabe exatamente quantas pessoas serão acolhidas por Portugal ou quando.

A questão do acolhimento destes migrantes surge após o governo italiano se ter recusado a deixar atracar nos seus portos o navio por causa da proibição decretada à entrada de barcos de organizações humanitárias em Itália.

Termos relacionados Migrações, Sociedade
(...)