Está aqui

Abono de família retirado a 645 mil crianças, em seis meses

Em Março passado, foi retirado o abono de família a 70 mil crianças. Desde 1 de Novembro de 2010, quando entraram em vigor as novas regras impostas pelo PEC 3, o total de crianças que deixaram de receber abono de família atinge já as 645 mil.
645 mil crianças já foram excluídas de receber abono de família, devido aos cortes do PEC.

Em Outubro de 2010, foram processados 1.764.512 abonos de família. Os últimos dados, de Março passado, indicam que neste mês esse número baixou para 1.118.953. Em seis meses, 645.559 crianças deixaram de receber abono de família.

Segundo a agência Lusa, até Outubro de 2010 todos os meses havia um pequeno aumento do número de crianças a quem era atribuído o abono de família. A partir de 1 de Novembro, com os cortes do PEC 3, a tendência inverteu-se e todos os meses o número de crianças que recebem abono de família vai sendo reduzido.

De imediato no mês de Novembro, a Segurança Social processou menos 384.619 abonos de família, com a eliminação dos dois últimos escalões do subsídio e do pagamento adicional de 25% a famílias com rendimentos mais baixos.

Posteriormente, o número de crianças que deixou de receber subsídio continuou a baixar: em Dezembro menos 817 crianças, em Janeiro menos 100 mil e em Fevereiro menos 88 mil.

Eugénio Fonseca, presidente da Cáritas, declarou à Lusa: "Não se pode pedir mais esforços às famílias, porque muitas já deram tudo o que tinham para dar", lembrando que segundo os últimos dados da Cáritas – relativos a 8 das 20 dioceses - "em abril estava a ajudar 25 mil famílias, ou seja, mais de 63 mil pessoas".

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Sociedade
Comentários (3)