Está aqui

As 10 companhias que controlam o mundo da alimentação

No seu relatório “Behind the Brands: Food justice and the ‘Big 10’ food and beverage companies”, de 2013, a Oxfam International foca-se nas dez maiores e mais influentes companhias do setor dos alimentos e bebidas. Estas corporações são tão poderosas que as suas políticas têm "um profundo impacto nas dietas e nas condições de trabalho em todo o mundo, bem como no ambiente", refere o 24/7 Wall St.
Foto Wikipédia.

“Se olharmos para o imenso sistema alimentar global, é difícil entender. Apenas um punhado de empresas podem ditar as escolhas alimentares, as condições dos fornecedores e as opções do consumidor", afirmou Chris Jochnick, diretor do Departamento do Setor Privado da Oxfam America, numa entrevista ao 24/7 Wall St.

As dez maiores companhias do setor dos alimentos e bebidas obtiveram, em 2013, receitas de dezenas de milhares de milhões de euros. Os ativos de cinco destas companhias atingiram, pelo menos, 39,6 mil milhões de euros. Quatro das companhias somaram lucros de perto de 5 mil milhões de euros no ano passado. As dez companhias empregam diretamente mais de 1,5 milhões de pessoas e subcontratam um número bastante superior.

Estes gigantes do mundo da alimentação gastam avultadas somas em publicidade, como é o caso da Coca Cola, que investiu 2,3 mil milhões de euros em 2012, e da Unilever, que contou com uma fatura de 5,7 mil milhões de euros.

Mediante a pressão pública, estas corporações têm vindo a assumir o compromisso de implementar políticas sustentáveis para o ambiente e de respeitar os direitos sociais e laborais dos seus trabalhadores, contudo, são comuns os escândalos de utilização de mão-de-obra infantil, de agressões constantes ao meio ambiente e de práticas de verdadeira escravatura.

Eis a lista das 10 companhias que controlam o mundo da alimentação, compilada pelo 24/7 Wall St:

1. A Associated British Foods PLC é uma multinacional de produção de alimentos, sedeada em Londres, que marca presença em 47 países. A empresa opera fábricas de açúcar, vende produtos alimentares e fabrica produtos de consumo, como o óleo Mazola e o chá Twinings. Dona de marcas como a Primark, Ovomaltine e a Fleischmann, a Associated British Foods PLC conta com receitas que rondam os 15.8 mil milhões de euros. Os lucros da multinacional ascendem a 628 milhões de euros. A multinacional emprega 112.652 trabalhadores.

2. A Coca-Cola é uma das marcas mais famosas a nível mundial. Com receitas que ascendem a 36,2 mil milhões de euros, a companhia gasta 2,3 mil milhões de euros em publicidade e emprega mais de 130 mil pessoas. Os lucros da multinacional fixam-se nos 6,6 mil milhões de euros.

3. O Groupe Danone S.A. obteve 22,6 mil milhões de euros em receitas, amealhando 1,5 mil milhões de euros de lucros. Empregando mais de 100 mil pessoas, a empresa gasta perto de 1000 milhões de euros em publicidade. A Danone é a maior vendedora mundial de produtos lácteos, figurando ainda entre os maiores vendedores mundiais de produtos para bebés, assim como de águas engarrafadas.

4. A General Mills, Inc. é proprietária de algumas das empresas mais conhecidas da América, entre as quais a Betty Crocker, Green Giant, e Pillsbury. As suas receitas rondam os 13,8 mil milhões de euros e os seus lucros fixam-se em 1,39 mil milhões. A empresa gasta 850 milhões em publicidade e emprega 43 mil pessoas.

5. A Kellogg Company é a maior empresa de cereais do mundo e a segunda maior produtora de bolachas. Os seus produtos são vendidos em mais de 180 países. As suas receitas atingem os 11,43 mil milhões de euros e os seus lucros 1,4 mil milhões. Com mais de 30,2 mil trabalhadores, a Kellogg gasta 850 milhões para publicitar a sua marca.

6. A Mars Incorporated, detentora de marcas de chocolates muito conhecidas, como M&Ms, Milky Way, Snickers e Twix, conta com 25,5 mil milhões de euros de receitas e 1,7 mil milhões de euros de lucros. A empresa é ainda proprietária do arroz Uncle Ben’s e da empresa de pastilhas elásticas Wrigley. A Mars emprega 60 mil pessoas.

7. A Mondelez International, Inc, que, até 2012, integrava a Kraft Foods, detém, entre outras, as marcas Cadbury, Nabisco, Oreo, e Trident. A empresa regista 27,3 mil milhões de euros em receitas e 3 mil milhões em lucros. Com uma despesa em publicidade de 1,5 mil milhões de euros, a companhia tem 107 mil trabalhadores.

8. A Nestle S.A. é, segundo vários parâmetros, a maior companhia do setor dos alimentos e bebidas. As suas receitas atingem os 80 mil milhões de euros e os seus lucros os 8,7 mil milhões. A multinacional conta com 333 mil trabalhadores e gasta 2,3 mil milhões de euros com publicidade.

9. A PepsiCo Inc., além de ser proprietária das famosas marcas de bebidas Pepsi, Mountain Dew, e Gatorade, detém ainda as marcas de comida Tostitos, Doritos e Quaker. Com receitas de 51,3 mil milhões de euros, a empresa consegue arrecadar 5,2 mil milhões em lucros. Com 274 mil trabalhadores, a PepsiCo paga 1,9 mil milhões de euros por serviços publicitários.

10. A Unilever Group não se dedica somente ao setor dos alimentos e bebidas - com marcas como o chá Lipton, a maionese Hellmann’s e os gelados Ben & Jerry’s - produzindo também produtos de higiene e limpeza. A Unilever emprega mais de 174 mil trabalhadores, conta com 53 mil milhões de euros em receitas e 5,2 mil milhões em lucros. Os custos da empresa com publicidade são de cerca de 5,7 mil milhões de euros.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Sociedade
(...)