Devemos agradecer a Marega

17 de Fevereiro 2020

À margem de uma visita à USF do Vale da Amoreira, Catarina Martins pronunciou-se sobre os insultos racistas de que foi alvo Moussa Marega. Para a coordenadora do Bloco, o jogador “obrigou o país a olhar de frente e a agir” contra o problema do racismo em Portugal.

Não!

Ontem ouviu-se um não, dito pelo jogador [Marega] alvo dos ultrajes. Dizer não. Parece coisa pouca. Mas não é. Dizer não permite-nos mostrar aos outros que existimos e estamos vivos. Um não vale mais que mil acrobacias diplomáticas. Não!

Cartaz de aviso sobre pesticidas.
Ambiente

Bayer e Basf condenadas a indemnizar agricultor em 265 milhões de dólares

17 de Fevereiro 2020

Um produtor de pêssegos do Missouri, nos Estados Unidos, responsabilizou as empresas fabricantes de herbicidas à base de dicamba pela destruição das suas colheitas. Ganhou o caso. As empresas foram obrigadas ao pagamento de 265 milhões de dólares. É o primeiro de mais 140 processos semelhantes.

Visita à USF do Vale da Amoreira. Fevereiro de 2020.
Política

“É necessário generalizar as Unidades de Saúde Familiar”

17 de Fevereiro 2020

Catarina Martins visitou a Unidade de Saúde Familiar do Vale da Amoreira na Moita onde defendeu a generalização das Unidades de Saúde Familiar, acabando com as quotas que “as estrangulam”. A coordenadora do Bloco também criticou o governo por avançar com uma PPP para o Hospital de Cascais indo no sentido contrário da Lei de Bases.

Sociedade

Onda de solidariedade com Marega cruzou fronteiras

17 de Fevereiro 2020

Clubes e jogadores de futebol de vários países divulgam mensagens de apoio ao jogador alvo de cânticos racistas. E também críticas a quem ficou em campo depois daquele ato vergonhoso.

BBC
Internacional

Conservadores acusam Boris Johnson de “vandalismo cultural” por ataques à BBC

17 de Fevereiro 2020

O plano do primeiro-ministro para a televisão pública britânica passa por fechar rádios e reduzir canais de tv e substituir a taxa audiovisual por uma assinatura, revela a imprensa deste fim de semana.

 
A nova vaga de partidos de extrema-direita tem aspeto e política económica diferente das anteriores. Agora, grande parte, é descomplexadamente liberal no seu programa, servindo dessa forma os interesses dos mais poderosos economicamente. Como o prova o Chega em Portugal. Dossier organizado por Carlos Carujo.

A nova extrema-direita soma liberalismo a autoritarismo. Chega, Vox, Salvini assemelham-se nisso. O mapa das extremas-direitas na Europa é complexo. Mas as que estão no governo têm em comum defender os interesses das elites económicas contra os trabalhadores. Louvam Trump, autor de uma reforma fiscal em benefício dos mais ricos, e Bolsonaro que ataca os pobres. Por outro lado, o caráter autoritário do próprio liberalismo merece análise de Jaime Pastor, Fernando Rosas, Francisco Louçã, João Rodrigues e Marilena Chauí.

Ler Mais

Opiniões

Somos Marega – Somos anti racistas

Marega deixa o exemplo de coragem. Para casos homofóbicos, machistas ou xenófobos a resposta daqui para a frente só pode ser uma: todas e todos os presentes devem abandonar esse jogo.

Sai um offshore

Passou praticamente despercebida a notícia de que a União Europeia colocou esta semana as Ilhas Caimão na lista dos paraísos fiscais. A razão foi o Brexit e a leitura não poderia ser mais clara.

Eutanásia, direito a morrer com dignidade

Se alguma coisa mudou não foi a qualidade do debate sobre a morte assistida, foi apenas o oportunismo político de alguns.

Sociedade

Despenalização do aborto: balanço e desafios

12 de Fevereiro 2020

Ao contrário do que anunciavam os arautos do fim do mundo, não só nada piorou, como estão a diminuir consistentemente, ano após ano, as interrupções voluntárias da gravidez. A despenalização, a 11 de fevereiro de 2007, trouxe sim mais acompanhamento, mais saúde e mais segurança. E mais planeamento familiar. Por Mariana Carneiro.

Alain Badiou em março de 2009.
Cultura

Badiou, o filósofo comunista contra “o amor securitário”

14 de Fevereiro 2020

Quando um velho filósofo comunista se depara com a sua cidade cheia de anúncios de um site de encontros o que pensa disso? Este é a provocação inicial de que parte o livro “O elogio ao amor” de Alain Badiou de que traduzimos um excerto em que defende que “é preciso reinventar o risco e a aventura, contra a segurança e o conforto”.

Ocre Filipe Raposo
esquerda.radio

Filipe Raposo n' Os Cantos da Casa

7 Fevereiro

Companhia do Canto Popular ― Rebento, 2019.

Stereossauro ― Bairro da Ponte, 2019.

José Afonso ― Como se fora seu filho, 1983.

Filipe Raposo ― Ocre, 2019.

Rui David ― Contraluz, 2019.

Edição nº 320, de 7 de fevereiro de 2020

Quatro e Vinte

Ex-presidente do Infarmed soma empregos na indústria da canábis

4 Fevereiro

Em outubro, Eurico Castro Alves foi contratado para a direção da Symtomax. Esta semana foi contratado para o conselho consultivo da canadiana EXMCeuticals, a quem ajudou a conseguir a primeira licença concedida pelo Infarmed para investigação da canábis.

Alta Voz

"Traição", José Luís Peixoto

20 Janeiro

Ouve aqui o podcast do conto "Traição", de José Luís Peixoto, lido por Ana Bárbara Pedrosa.

Fotogaleria

625749654914315

parlamentos

O voto de pesar da fundadora, dirigente e deputada do Bloco de Esquerda à Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores foi esta sexta-feira aprovado por unanimidade.

Dossier

O acordo pós-eleitoral com o PS na Câmara de Lisboa permitiu ao Bloco ter pela primeira vez responsabilidades executivas na gestão da capital nas áreas da Educação e Direitos Sociais. O que foi feito e o que mudou na primeira metade deste mandato? Dossier organizado por Luís Branco e Rodrigo Rivera.

Ler mais

Ouve aqui o podcast do debate "Os refugiados estão a invadir-nos?", com Miguel Duarte (Hubb - Humans Before Borders), realizado a 10 de dezembro de 2019 no Com Calma - Espaço Cultural, Lisboa.

Agenda

18 Fevereiro

Com Gisele Lobato (mestre em Estudos Africanos pelo ISCTE–IUL) e Paulo César Gomes
(historiador e editor do site «História da Ditadura»). Com moderação de Paula Godinho (FCSH–UNL). Inscrição obrigatória e info@museudoaljube.pt ou telefone: (351) 215 818 535.
Lisboa, Auditório do Museu do Aljube - Rua de Augusto Rosa, 42, 18h.

Com a participação de Margarida Mata (cofundadora), Inês Pucarinho (artista) e Sérgio Braz d’Almeida (cineasta e fotógrafo).
Lisboa, Tigre de Papel - Rua de Arroios, 25, 18h30.

Convidado: André Amálio (ator e encenador). Moderação: Mamadou Ba (SOS Racismo). Mais informação. Organização: Academia Cidadã.
Lisboa, Com Calma – Espaço Cultural (Benfica), 21h30.

Subscrever Newsletter