Está aqui

Salvar os CTT

Bloco protesta contra fecho dos CTT em Vila Real
Janeiro 15, 2018

Na manhã desta segunda-feira, o Bloco de Esquerda promoveu uma ação de protesto contra o encerramento da loja dos CTT da Araucária, em Vila Real, distribuindo panfletos e alertando os clientes para a importância deste serviço.

Janeiro 13, 2018

Em Alferrarede, Catarina Martins afirma que “a única forma de corrigir o erro da privatização de PSD/CDS é rescindir o contrato de concessão e voltar a ter os CTT na esfera pública”.

Janeiro 12, 2018

Durante uma ação contra o encerramento da estação dos CTT de Alferrarede, concelho de Abrantes, Catarina Martins defendeu que o Estado deve reverter a privatização da empresa, protegendo os seus trabalhadores e garantindo “o serviço público de qualidade de que todo o país precisa”.

Concentração de bloquistas junto à estação dos CTT da Areosa (Gondomar)
Janeiro 12, 2018

Nesta sexta-feira, realizaram-se protestos à porta de muitas das estações que a administração dos CTT quer encerrar. À porta da estação da Areosa (Gondomar), o deputado José Soeiro apontou que “é preciso travar este processo”, que passa pelo encerramento das estações e pelo despedimento de mais de 800 trabalhadores.

Janeiro 8, 2018

Nos últimos tempos muito se tem falado sobre o descalabro dos CTT e o inevitável e urgente resgate da sua concessão, no sentido de salvar a empresa do caos. Por Marcolino Pereira.

Janeiro 5, 2018

Na audição a Francisco Lacerda, o deputado bloquista acusou o administrador dos CTT de destruir a empresa, enquanto distribui dividendos aos acionistas.

Janeiro 2, 2018

O plano de reestruturação da empresa prevê o encerramento de pelo menos 22 balcões por todo o país. A Comissão de Trabalhadores dos CTT fala em "encerramento sumário" e afirma que os trabalhadores foram apanhados de surpresa.

Dezembro 21, 2017

O esquerda.net esteve no arranque da greve de 48h decretada pelos trabalhadores dos Correios em luta contra a destruição da empresa. Declarações de Roberto Tavares, Arménio Carlos e Heitor de Sousa.

Dezembro 21, 2017

A greve de 48 horas arrancou com 80% de adesão em Lisboa, Porto e Coimbra. O plano para despedir mil trabalhadores dos CTT torna ainda mais urgente o resgate da empresa para o controlo público, defendeu José Soeiro junto ao piquete da greve.

“É necessário impedir os despedimentos e recuperar o serviço de correios para a esfera pública” afirmou Catarina Martins – Foto de António Cotrim/Lusa
Dezembro 20, 2017

No debate com o Primeiro-Ministro, a coordenadora do Bloco de Esquerda denunciou o “negócio danoso da privatização” dos CTT, a pilhagem da empresa pelos acionistas privados e defendeu que “é necessário impedir os despedimentos e recuperar o serviço de correios para a esfera pública”.

Bloco de Esquerda defende o resgate público dos CTT – Foto de Paulete Matos
Dezembro 19, 2017

A administração dos CTT anunciou, na véspera de dois dias de greve, que quer reduzir mais 800 postos de trabalho nos próximos três anos. Bloco de Esquerda defende o resgate público da empresa e a sua coordenadora intervirá sobre a questão no debate com o primeiro-ministro, nesta quarta-feira.

Dezembro 19, 2017

O Bloco de Esquerda propôs que a AR aprovasse uma recomendação ao Governo para que “inicie o processo de recuperação do controlo e gestão do serviço postal universal por parte do Estado, através do resgate da concessão do serviço público dos Correios e da sua rede pública aos CTT”.

Dezembro 15, 2017

Para travar a degradação do serviço postal privatizado, o Bloco propôs esta sexta-feira no parlamento o resgate do contrato de concessão. Os trabalhadores dos CTT estão em greve nos dias 21 e 22 de dezembro.

Novembro 28, 2017

Após uma reunião com representantes dos trabalhadores dos CTT sobre a degradação do serviço por parte da empresa, José Soeiro anunciou que o Bloco vai propor a recuperação da gestão pública para garantir o serviço público postal.

Novembro 18, 2017

Sindicato alerta para degradação das condições de trabalho e da qualidade do serviço prestado e denuncia despedimentos encapotados. Bloco defende que é “preciso recuperar o controlo público dos CTT por incumprimento do contrato da empresa concessionária".

Francisco Lacerda, presidente dos CTT. Desde a privatização em 2013, foram despedidos 115 trabalhadores e os lucros da empresa caíram. Foto de Manuel Almeida, Lusa.
Setembro 22, 2017

Segundo o regulador, os atrasos superiores a 15 dias úteis na entrega de correio normal violam a concessão. O Conselho de Administração responsabiliza a "greve geral de 28 de março" e os "plenários" dos trabalhadores.

Maio 27, 2017

Catarina Martins afirmou que a situação a que se assiste hoje nos CTT “resulta de duas opções profundamente erradas que foram tomadas: as alterações no Código de Trabalho e a privatização de uma empresa como os CTT, o que nunca deveria ter acontecido".

Maio 26, 2017

A manifestação marcada para este sábado pelas 10h, na Loja do Município do Porto, procura alertar para a sub-contratação e o número crescente de precários na empresa. Catarina Martins irá estar presente na manifestação.