Está aqui

Petróleo em Portugal

Agosto 11, 2017

Movimentos ambientalistas apelam à participação na ação de arte aérea, que terá lugar na praia de Odeceixe, contra a ameaça de prospeção e exploração de petróleo e gás, e pelo fim das monoculturas de eucaliptos que alimentam os fogos florestais.

Foto de Paula Nunes, no facebook da ASMAA Algarve Surf & Marine Activities Association.
Agosto 1, 2017

O presidente da Galp Energia, Carlos Gomes da Silva anunciou que a petrolífera tem agendado furos exploratórios para extração de petróleo na costa alentejana para a primavera de 2018. Ambientalistas realizam ação a 12 de Agosto, na praia de Odeceixe.

Julho 26, 2017

O Ministério Público abriu um inquérito para investigar a descarga de hidrocarbonetos ocorrida há três semanas em duas praias de Peniche, que ficaram interditadas a todos os usos. 

Praia da Amoreira, Aljezur. Foto de Tiago J. G. Fernandes/Flickr.
Maio 19, 2017

Galp não vai fazer o furo, cujo prazo termina no final de maio. Pediu prolongamento, mas governo não aceitou. No entanto, a Galp diz que não desistiu e insiste em querer fazer o furo, contra a vontade da população.

Maio 4, 2017

O tribunal aceitou a providência cautelar apresentada pelo município de Odemira, que visa impedir a exploração de hidrocarbonetos ao largo do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e da Costa Vicentina.

Abril 22, 2017

A carta aberta lançada por cientistas de várias áreas manifesta-se contra a extração de combustíveis fósseis em Portugal.

Abril 8, 2017

Foi na véspera do dia das mentiras, a 31 de março, que surgiu no site da Entidade Nacional para o Mercado dos Combustíveis um novo mapa das concessões para prospeção e exploração de petróleo e gás no país.

Março 30, 2017

O mapa de licenças e concessões publicado pela Entidade Nacional para o Mercado de Combustíveis foi atualizado esta quinta-feira, desaparecendo as áreas de exploração do consórcio Repsol/Partex a sul da costa algarvia.

Praia da Amoreira, Aljezur
Março 22, 2017

Câmara Municipal de Odemira decidiu, por unanimidade, avançar com uma providência cautelar para impedir a exploração de petróleo na costa do Sudoeste alentejano e travar o furo da ENI/ GALP.

Três motivos pelos quais o Estado deve cancelar os contratos de prospecção e exploração de petróleo e gás em Portugal. Postado por Ricardo Paes Mamede em Ladrões de Bicicletas.
Março 22, 2017

Três motivos pelos quais o Estado deve cancelar os contratos de prospecção e exploração de petróleo e gás em Portugal. Postado por Ricardo Paes Mamede em Ladrões de Bicicletas.

Encontro Portugal Livre da Exploração de Petróleo exige que governo clarifique posição e tomam decisões para aumentar a luta
Março 11, 2017

Participantes no encontro exigem que governo clarifique posição e tomam decisões para para aumentar a luta contra a prospeção e exploração de recursos fósseis em Portugal.

Março 11, 2017

O governo está inclusivamente à procura de mais investimento com outras concessões para exploração de petróleo e gás.

Ana Paula Vitorino
Março 6, 2017

Ana Paula Vitorino deu uma conferência em Washington em setembro a anunciar a prospeção de petróleo para 2017, embora o prazo de concessão terminasse em dezembro de 2016. Bloco exige explicações do governo.

Fevereiro 21, 2017

Na apresentação do plano estratégico da empresa, o presidente da empresa disse que o furo da prospeção de petróleo na costa alentejana será feito nos meses de abril e maio, talvez já em 2017.

Fevereiro 13, 2017

A moção aprovada por unanimidade na autarquia aponta os "riscos ambientais, económicos e sociais" para a região e quer que o governo rescinda o contrato com o consórcio GALP/ENI.

Dezembro 14, 2016

Governo avançou com cancelamento de contratos de prospeção de petróleo em Aljezur, Tavira e Bacia do Algarve. Ativistas sublinham que ainda existem 9 contratos para exploração de petróleo e gás que precisam de ser cancelados. Bloco vai levar alterações à lei ao parlamento. Notícia atualizada às 17h24.

Petição da Plataforma Algarve Livre de Petróleo foi debatida no parlamento nesta quarta-feira
Outubro 27, 2016

A petição da Plataforma Algarve Livre de Petróleo critica os contratos de prospeção de petróleo. No debate, o deputado bloquista Jorge Costa afirmou: "O mais urgente é parar estas concessões".

Outubro 13, 2016

As petrolíferas querem voltar à carga com a prospeção de gás e petróleo no mar do Alentejo e Algarve em 2017. Bloco quer que o governo ouça as populações e trave o processo.

Setembro 30, 2016

Jorge Costa defendeu no parlamento a ratificação e aplicação do Acordo de Paris para combater as alterações climáticas pela aplicação de planos nacionais de ação climática para acompanhar reduções crescentes de emissões, mas alertou que o acordo é insuficiente.

Ação da Greenpeace em maio de 2014 - Foto da Greenpeace
Setembro 21, 2016

Enquanto procurava descobrir se Portugal não poderia ser uma Noruega no que diz respeito à distribuição económica e social adequada das receitas de petróleo, o que concluo que não pode acontecer, houve outra questão que rapidamente se pôs: e a Noruega, pode ser a Noruega? Por João Camargo.

Setembro 18, 2016

A Associação In Loco e o Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra vão lançar uma iniciativa legislativa cidadã para alterar o decreto lei que regula o exercício de atividades de prospeção, pesquisa, desenvolvimento e produção de petróleo na plataforma continental.

Plataforma de exploração petrolífera - Noruega
Setembro 16, 2016

Comparar Portugal com a Noruega como forma de defender a exploração de combustíveis fósseis no país é apenas um exercício de grande esforço imaginativo que cai à primeira curva. Por João Camargo.

Setembro 12, 2016

Mais de 42 mil pessoas participaram na consulta pública com objeções à emissão do título para a prospeção de petróleo no deep offshore da Bacia do Alentejo. A favor pronunciaram-se apenas quatro pessoas.

Agosto 14, 2016

Na sequência do anúncio do adiamento sine die da sondagem de pesquisa do primeiro poço de exploração de petróleo anunciado pelo consórcio liderado pela ENI, a Plataforma Algarve Livre de Petróleo (PALP) solicitou ao primeiro-ministro, António Costa, que declare a caducidade dos contratos de prospeção ao largo da costa vicentina que vigoram até 1 de fevereiro de 2017.

Os movimentos de cidadania que se constituíram contra os furos foram decisivos nos adiamentos
Agosto 12, 2016

Depois da Galp, também a Repsol decidiu adiar as perfurações nas costas alentejana e algarvia. Os movimentos de cidadania que se constituíram contra os furos foram decisivos nos adiamentos. Associação Zero afirma que governo deve usar oportunidade e “terminar todos os contratos em vigor”. Mais sobre Petróleo em Portugal