Está aqui

Crise na Venezuela

Henrique Capriles, candidato a presidente da Venezuela em 2013, dirigente da oposição de direita (MUD) e do partido de direita, Primero Justicia
Agosto 31, 2017

Na passada sexta-feira, o presidente norte-americano impôs sanções à Venezuela. A oposição de direita unida (MUD), tradicionalmente golpista e reacionária, apoia as sanções de Trump. A esmagadora maioria da população venezuelana está contra.

Agosto 24, 2017

Disse Maduro durante a campanha eleitoral em que foi eleito há três anos: “O passarinho cantou mais um pouquinho, deu uma volta e foi embora. E eu senti o espírito de Chávez".

Agosto 23, 2017

Para disfarçar a concentração de poderes, criou uma “Constituinte”; para mascarar a tragédia social, deixou de publicar estatísticas.

Luíza Ortega Díaz foge com o marido e deputado Germán Ferrer para a Colômbia.
Agosto 20, 2017

Luisa Ortega Díaz, Procuradora-Geral venezuelana demitida pela Assembleia Constituinte e perseguida pelo governo de Maduro, fugiu para a Colômbia. Em declarações, acusa o governo do PSUV de a perseguir por ter provas do envolvimento de Maduro em subornos da construtora brasileira Odebrecht.

A Maré Socialista não renega a sua pertença ao Processo Bolivariano, tal como não o faz um grupo de ex-ministros de Chávez, ou o heterogéneo movimento denominado pelos média como “chavismo crítico”
Agosto 19, 2017

Estamos a mover-nos entre a falsa Constituinte de Maduro, a guerra civil/esmagamento que propõe Atilio Borón ou a recuperação da vigência da Constituição de 1999, sustenta Carlos Carcione, da Maré Socialista venezuelana, nesta entrevista publicada em 5 de junho de 2017.

As filas para comprar alimentos são atualmente uma constante na Venezuela
Agosto 18, 2017

O nível de pobreza aumentou de 48% em 2014 para 82% em 2016, de acordo com uma investigação realizada pelas três universidades mais prestigiadas da Venezuela. O mesmo estudo descobriu que 74% dos venezuelanos perderam involuntariamente uma média de peso de 8,6 quilos. Por Michael Roberts.

Agosto 17, 2017

Se o poder dos “nossos” se vale de meios ilegítimos para defender o poder pelo poder, perdemos o poder e a causa.

A Venezuela e o retrocesso “nacional-estalinista”
Agosto 10, 2017

O nacional-estalinismo é uma espécie de populismo de minorias que governa como se estivesse a resistir na oposição. Por Pablo Stefanoni.

Em declarações à imprensa, Luisa Ortega Díaz prometeu continuar a “lutar pela liberdade e democracia na Venezuela”.
Agosto 6, 2017

A nova Assembleia Constituinte da Venezuela, que decidiu manter-se em funções por um período máximo de dois anos, demitiu a Procuradora-Geral Luisa Ortega Díaz, que se tornou numa das principais opositoras ao Presidente Nicolás Maduro.

Manifesto da Plataforma Cidadã em Defesa da Constituição ao povo da Venezuela
Agosto 5, 2017

A Plataforma Cidadã em Defesa da Constituição, composta por ex-ministros do presidente Chávez, personalidades da política, cultura, educação e aposentados militares, tornaram pública a sua posição sobre o que chamam a “Constituinte fraudulenta”.

Luisa Ortega Diaz acusa: “sob um falso discurso antiimperialista, defraudaram a Venezuela”
Agosto 1, 2017

Luisa Ortega Diaz, Procuradora Geral da Venezuela não reconhece a Constituinte, mantém-se à frente do Ministério Público e acusa: “sob um falso discurso antiimperialista, defraudaram a Venezuela”.

Agosto 1, 2017

Porque não foi eleita numa eleição normal, por voto direto, universal e secreto. Longe disso, usou mecanismos de trapaça.

No dia em que Nicolás Maduro prometeu a paz, a violência ocupou as ruas de Caracas. Foto de Helena Carpio/EPA/Lusa, 30 julho de 2017.
Julho 31, 2017

No dia em que Nicolás Maduro prometeu a paz, a violência ocupou as ruas de Caracas. O encerramento das urnas para a eleição da Assembleia Constituinte foi adiado por uma hora. Segundo a Comissão Eleitoral, participação chegou aos 41,5%, o que corresponde a mais de oito milhões de votos. Oposição estima que foram 12%. Notícia atualizada às 11:00, 31 de julho 2017.

Protesto contra o governo de Maduro e repressão da GNB, Caracas, 2017
Julho 14, 2017

A Venezuela atravessa uma situação muito complexa, com a sua população sofrendo uma brutal austeridade. Há mais de cem dias que os protestos são diários, tendo já morrido neles quase cem pessoas. Nas próximas semanas os riscos são ainda maiores. Dossier organizado por Carlos Santos.

Apoiantes do Governo invadiram o parlamento e tentaram agredir trabalhadores e deputados
Julho 6, 2017

Grupos apoiantes de Maduro invadiram a Assembleia Nacional da Venezuela e feriram cinco deputados e sete trabalhadores, pelo menos. A Guarda Nacional Bolivariana (GNB) nada fez para evitar a invasão.

O preço da cesta básica familiar aumentou 369,8% num ano e 17,5% no último mês
Junho 27, 2017

Segundo dados divulgados nesta segunda-feira, o preço da cesta básica foi de 1,4 milhões de bolívares em maio de 2017 - um aumento de 212 mil bolívares e de 17,5% num mês e de 369,8% num ano.

Guarda Nacional (da GNB) a atirar a matar sobre os manifestantes, a foto é da Reuters
Junho 22, 2017

Presidente da Venezuela muda comandos militares, dez dias depois do secretário-geral do Conselho de Defesa da Nação se ter demitido por discordar da convocação da Assembleia Constituinte. Governo e PSUV lançam-se contra Procuradora-Geral por esta defender Constituinte de 99 e Estado de Direito. Maduro, Governo e PSUV agravam conflito político e social. Por Carlos Santos.

O governo de Nicolás Maduro vendeu ao Goldman Sachs títulos da PDVSA no valor nominal de 2.800 milhões de dólares, mas receberá apenas 865 milhões de dólares
Maio 30, 2017

O governo de Nicolás Maduro vendeu ao Goldman Sachs títulos da PDVSA no valor nominal de 2.800 milhões de dólares, mas receberá apenas 865 milhões de dólares.

“Cessar-fogo”, palavra de ordem escrita em pancartas em manifestação em Caracas, 26 de maio de 2017 – Foto de Cristian Hernandez/Epa/Lusa
Maio 29, 2017

Destacadas personalidades venezuelanas apelam também a “outro diálogo” e a que tanto o governo de Maduro como a oposição da MUD “assumam o compromisso” de “desativar a escalada de violência”.

Plataforma cidadã em Defesa da Constituição da República Bolivariana da Venezuela entregam documento ao CNE na rua, impedidos pela GNB
Maio 10, 2017

A Plataforma cidadã em Defesa da Constituição considera que o decreto do presidente Maduro, que convoca uma Assembleia Constitucional, é “inconstitucional” e entregou documento ao Conselho Nacional Eleitoral (CNE) exigindo a sua “nulidade”.

Polícia Nacional da Venezuela reprimiu duramente uma gigantesca manifestação convocada pela MUD para quarta-feira, 3 de maio de 2017 – Foto de Miguel Gutierrez/Epa/Lusa
Maio 5, 2017

Apelos contra a repressão e a violência multiplicam-se. Procuradora Geral declara que a Constituição de 99 é “a constituição de Chávez”. Veja vídeo de tanque a atropelar pessoas. São já 36 as pessoas mortas em manifestações no último mês.

Nicolás Maduro diz que Assembleia Constituinte não será eleita e “não será de partidos”
Maio 3, 2017

A Assembleia convocada por Maduro, não será eleita e “não será de partidos”. É largamente contestada e considerada como “um golpe de Estado contra a Constituição de 1999”. Ministro da Defesa apoia a convocatória e diz que Forças Armadas também.

Partido Comunista da Venezuela diz que “não se submeterá às normas do CNE” e pede solidariedade contra a ameaça de ilegalização
Abril 29, 2017

O PC da Venezuela afirma que “não se submeterá” às normas “estabelecidas pelo Conselho Nacional Eleitoral (CNE)” para a renovação da sua inscrição como organização política nacional e pede solidariedade contra a ameaça de ilegalização.

“Repudio todos os casos de violência no país; rejeito-os. Sou uma mulher de paz”, declarou Luisa Ortega Díaz em conferência de imprensa
Abril 26, 2017

Em conferência de imprensa, a Procuradora Geral da República da Venezuela, Luisa Ortega Díaz, repudiou a violência, detalhou o número de vítimas nos confrontos no país, apelou ao diálogo e afirmou: “a paz não se decreta, constrói-se”.

Imagem simbólica da crise na Venezuela: Uma mulher põe-se à frente de um tanque
Abril 20, 2017

Nesta quarta-feira, decorreram diversas marchas na Venezuela promovidas pela oposição da MUD e pelo governo do PSUV. Duas pessoas morreram, dezenas foram feridas e centenas foram detidas. Plataforma em defesa da Constituição alerta para o risco da “espiral de violência”.