Está aqui

Cem anos da Revolução Russa

“É possível repudiar ou suspender unilateralmente o pagamento da dívida e relançar a economia”, conclui Eric Toussaint no final deste trabalho
Novembro 19, 2017

Publicamos aqui a conclusão e o epílogo do artigo de Éric Toussaint, que fomos divulgando em várias partes. No final o autor resume: “é possível repudiar ou suspender unilateralmente o pagamento da dívida e relançar a economia”.

El Lissitsky, “Beat the Whites with the Red Wedge”, 1919
Novembro 18, 2017

A partir de 1926, apesar do repúdio das dívidas, os bancos privados europeus e os governos começaram a conceder empréstimos à URSS. Por Eric Toussaint

Lloyd George
Novembro 17, 2017

Nas negociações de Génova, em 1922, Lloyd George, primeiro-ministro da Grã-Bretanha, e Tschitscherin, chefe da delegação soviética, trocaram argumentos que vale a pena serem conhecidos. As negociações foram inconclusivas. Por Eric Toussaint

Apesar do seu desacordo com as exigências exorbitantes das potências ocidentais, a delegação russa afirmou-se disposta a fazer concessões respeitantes à dívida contraída pelo czar antes da entrada em guerra
Novembro 14, 2017

Apesar do seu desacordo com as exigências exorbitantes das potências ocidentais, a delegação russa afirmou-se disposta a fazer concessões respeitantes à dívida contraída pelo czar antes da entrada em guerra. Por Éric Toussaint

O Petit Journal de 20 de abril de 1922
Novembro 13, 2017

O programa de exigências dos governos ocidentais era uma verdadeira provocação da parte das potências ocidentais, levou a delegação soviética a contactar poucas horas depois a delegação alemã. Artigo de Éric Toussaint

Novembro 11, 2017

Durante o ano de 1917, o Soviete de Petrogrado passou de um organismo disposto a negociar com o capital para um pronto para a revolução. Por Kevin Murphy.

Em 15 de abril de 1922, numa conferência económica internacional, os governos ocidentais apresentaram um programa de exigências visando resolver a seu contento o contencioso à volta do repúdio das dívidas
Novembro 10, 2017

Em 15 de abril de 1922, numa conferência económica internacional, os governos ocidentais apresentaram um programa de exigências visando resolver a seu contento o contencioso à volta do repúdio das dívidas e das expropriações decretadas pelo governo soviético. Por Éric Toussaint

Assinatura do Tratado de Rapallo: o chanceler Joseph Wirth com os representantes da delegação soviética Leonid Krassin, Grigorij Tchitchérine e Adolf Joffe
Novembro 8, 2017

Em abril-maio de 1922, durante cinco semanas, teve lugar uma importante conferência de alto nível. O primeiro-ministro britânico, Lloyd George, desempenhou aí um papel central; o mesmo se pode dizer de Louis Barthou, ministro do presidente francês, Raymond Poincaré. Por Éric Toussaint

Lenine, 18 de março de 1919 – Foto wikipedia
Novembro 7, 2017

Há 100 anos, a insurreição bolchevique dirigida por Lénine derrubou séculos de feudalismo na Rússia. Mas o que é que isto significa para o mundo de hoje? Por China Miéville

Lenine e Trotsky nas comemorações do segundo aniversário da Revolução Russa, em 1919.
Novembro 6, 2017

Assinalando os 100 anos da Revolução Bolchevique, que teve início no dia 7 de novembro de 1917 (25 de outubro, segundo o calendário juliano), o Esquerda.net publica o primeiro capítulo do relato de John Reed sobre esses dias cruciais que marcaram a alvorada do século das grandes revoluções.

III Congresso Internacional Karl Marx é dedicado ao centenário da Revolução Russa
Outubro 22, 2017

Dias 2, 3 e 4 de Novembro, a FCSH-UNL acolhe o III Congresso Internacional Karl Marx, com o tema "100 Anos da Revolução de Outubro".

Outubro 14, 2017

Há cem anos atrás, por que fracassou a aliança entre o General Lavr Kornilov e Alexander Kerensky? Por Paul Le Blanc.

Agosto 17, 2017

Embora em Fevereiro de 1918 os títulos russos tenham sido repudiados pelo governo soviético, continuaram a ser transacionados até à década de 1990. Por Eric Toussaint. Parte 6 da série: Centenário da Revolução russa e do repúdio das dívidas.

Com o derrube do czarismo e a chegada ao poder dos bolcheviques, numerosos documentos até aí confidenciais foram divulgados ao público
Agosto 15, 2017

Com o derrube do czarismo e a chegada ao poder dos bolcheviques, numerosos documentos até aí confidenciais foram divulgados ao público. Por Eric Toussaint e Nathan Legrand. Parte 5 da série: Centenário da Revolução russa e do repúdio das dívidas.

Manifestação de soldados na Rússia em fevereiro de 1917
Agosto 12, 2017

A Revolução Russa abriu um horizonte emancipatório que não foi eclipsado, apesar das traições, das decepções e, por fim, da brutal restauração capitalista que a sucedeu. Por Michael Löwy.

Manifestação de marinheiros em 1917 em Petrogrado. Créditos: fotografia de Pyotr Adolfovich Otsup. Krasnogorsk.
Agosto 6, 2017

O quarto artigo da série “Centenário da Revolução russa e do repúdio das dívidas” relata a decisão tomada pelo governo soviético, de 1918, de suspender o pagamento da dívida externa e repudiar as dívidas czaristas, assim como as contraídas pelo governo provisório, destinadas a financiar a guerra. Este ato suscitou o protesto unânime das grandes potências aliadas. Por Eric Toussaint.

Julho 3, 2017

A esquecida Revolução Finlandesa talvez tenha mais lições para nós hoje do que os acontecimentos de 1917 na Rússia. Por Eric Blanc.

Junho 29, 2017

Para muita gente, Fevereiro foi a revolução boa e Outubro a extremista. Mas os eventos na Rússia foram bastante mais complexos do que isso. Por Lars T. Lih.

Junho 17, 2017

As mulheres não foram apenas a “centelha” da Revolução Russa, mas a força motriz que a impulsionou. Por Megan Trudell.

Maio 14, 2017

Lenine chegou à Estação Finlândia há 100 anos, reconfigurando a estratégia bolchevique e o curso da Revolução Russa. Por Yurii Colombo.

Maio 6, 2017

A Revolução Russa permaneceu viva na mente e no coração de Gramsci até à sua morte, a 27 de abril de 1937. Por Alvaro Bianchi e Daniela Mussi.

Abril 23, 2017

Em que pensava Vladimir Lenine na longa viagem para a Estação Finlândia em Petrogrado, em 1917? Artigo de Tariq Ali.

Março 26, 2017

Não foi coincidência que a greve mais importante da história mundial tenha começado com mulheres do setor têxtil em Petrogrado no Dia Internacional da Mulher de 1917, a 23 de fevereiro no antigo calendário juliano. Por Kevin Murphy.

Março 19, 2017

Não demorou muito para o movimento revolucionário russo colocar a sua teoria à prova. Fevereiro foi apenas o começo. Por Todd Chretien.