Está aqui

1-O: Referendo na Catalunha

Outubro 30, 2017

A Procuradoria espanhola anunciou acusações aos membros do governo e à mesa do parlamento da Catalunha. Independentistas abrem a porta à participação nas eleições de dezembro. Puigdemont e parte do seu governo partiram para Bruxelas.

“Consideramos que é uma atitude reprovável por parte do Governo português, por isso decidimos apresentar um voto de repúdio na Assembleia da República, afirmou Isabel Pires. Foto de Paulete Matos
Outubro 29, 2017

“Independentemente da posição que se possa ter sobre a Catalunha, o Governo português não pode fazer tábua rasa da sua própria Constituição”, que impõe “o respeito pela autodeterminação dos povos”, disse a deputada Isabel Pires, anunciando que o Bloco irá apresentar um voto de repúdio no parlamento.

Tweet de Markus Preiss denunciando a minuta do governo Rajoy enviada aos governos de países europeus
Outubro 29, 2017

O jornalista alemão Markus Preiss divulgou no twitter uma minuta de declaração de apoio ao governo espanhol sobre a Catalunha, elaborada pelo governo de Mariano Rajoy. O governo português copiou e publicou-a. Bloco apresentará voto de protesto na AR.

Outubro 27, 2017

O primeiro-ministro espanhol anunciou as medidas do artigo 155 que pretende aplicar: Governo destituído, parlamento dissolvido e eleições a 21 de dezembro.

Outubro 27, 2017

Resolução aprovada pela maioria independentista abre o processo constituinte da República catalã. Senado espanhol aprovou suspensão da autonomia e recusou ouvir representante catalão. Rajoy  anunciará as medidas ainda esta sexta-feira.

Outubro 26, 2017

O presidente do governo catalão anunciou que não recebeu do governo espanhol a garantia de não aplicar o artigo 155 da Constituição, que suspende a autonomia na Catalunha. A hipótese de novas eleições fica para já afastada.

Outubro 25, 2017

O presidente do governo catalão não vai comparecer ao debate no Senado. Sexta-feira, o parlamento da Catalunha vai aprovar a resposta à ameaça de suspensão da autonomia.

Outubro 23, 2017

A maioria parlamentar pró-independência convocou o plenário para responder à decisão de Madrid. Sondagem indica que independentistas mantêm a maioria em caso de novas eleições.

Foto de Quique Garcia, EPA/Lusa.
Outubro 21, 2017

“Pedirei ao Parlamento uma sessão plenária para debater a intenção de liquidar a nossa democracia”, declarou Carles Puigdemont.

Outubro 21, 2017

Em Barcelona, dezenas de milhares de manifestantes exigiram a libertação do presidente da Assembleia Nacional Catalã e do presidente da Òmnium Cultural, acusados de “sedição” pelo governo central de Madrid, e "democracia", respondendo ao anúncio de Rajoy.

No dia 2 de outubro, o Bloco participou na manifestação em solidariedade com a Catalunha, Lisboa.
Outubro 21, 2017

O Bloco de Esquerda condena a decisão de Mariano Rajoy, anunciada este sábado de manhã, de suspender a autonomia da Catalunha e destituir todo o governo da Generalitat. "A repressão não é um caminho aceitável em estados democráticos", defende Catarina Martins.

Foto de Juan Carlos Hidalgo/ EPA/ LUSA.
Outubro 21, 2017

Conselho de Ministros do Governo espanhol reuniu este sábado de manhã e aprovou a destituição do Presidente da Generalitat, Carles Puigdemont, para colocar em prática a versão mais dura do artigo 155.º da Constituição. “Rajoy suspendeu a autonomia da Catalunha pela qual tanta gente lutou”, afirmou a presidente da Câmara de Barcelona, Ada Colau, após o anúncio. [NOTÍCIA ATUALIZADA ÀS 14H50]

Rajoy e Sánchez, líderes do PP e do PSOE, aliam-se para suspender a autonomia da Catalunha
Outubro 20, 2017

Rajoy e Pedro Sánchez acordaram também na marcação de eleições autonómicas catalãs para janeiro. O presidente catalão, Puigdemont, e a CUP ameaçam com declaração da independência. Pablo Iglesias critica acordo PP/PSOE e declara: “Queremos derrotar o projeto dos independentistas, mas não pela força”.

Outubro 17, 2017

As manifestações em toda a Catalunha contestaram a prisão dos dois líderes dos movimentos cívicos pró-independência, acusando a justiça espanhola de "voltar a atravessar uma linha vermelha em qualquer democracia da Europa no século XXI”.

Catalunha: Prisão preventiva para líderes independentistas
Outubro 16, 2017

Juíza da Audiência Nacional espanhola mandou prender, sem direito a fiança, o presidente da Assembleia Nacional Catalã e o presidente da Òmnium Cultural, acusados de sedição. Chefe da polícia catalã saiu em liberdade, mas com passaporte apreendido.

Outubro 16, 2017

O chefe do governo da Catalunha respondeu ao requerimento de Rajoy com propostas de diálogo e fim da repressão. Na resposta, Rajoy insiste na ameaça de suspender o autogoverno da Catalunha a partir de quinta-feira.

Outubro 13, 2017

Depois da Amnistia Internacional, também a HRW veio denunciar a violência sobre eleitores pacíficos, que resultou em centenas de feridos na Catalunha no passado dia 1 de outubro.

O presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy, falou ao país, esta manhã, após uma reunião extraordinária do seu Conselho de Ministros.
Outubro 11, 2017

Na resposta à declaração de independência da Catalunha com efeito suspenso, proferida esta terça-feira por Carles Puigdemont, o presidente do Governo espanhol requer clarificações, cumprindo, na prática, o procedimento prévio à aplicação do artigo 155.º da Constituição espanhola. Governo português assume o lado de Rajoy e deseja “entendimento” que “preserve a unidade de Espanha”. Notícia atualizada às 12h20.

Rajoy assistiu ao discurso de Puigdemont no Palácio da Moncloa, reunindo de imediato com a número dois do governo, Soraya Sáenz de Santamaría, e o ministro da Justiça, Rafael Catalá, para discutir os próximos passos. Foto de Antonio Dominguez Prado/ Wikimedia Commons
Outubro 11, 2017

A vice-presidente Saénz de Santamaría acusou Puigdemont de querer “impor uma mediação” à margem da lei, anunciando a realização de um Conselho de Ministros extraordinário para esta quarta-feira. Pablo Iglesias agradece "sensatez" ao presidente da Generalitat e pede "diálogo" a Rajoy.

Na opinião da deputada do Bloco, cabe agora a Rajoy decidir “se quer responder com mais repressão”. Foto de António Pedro Santos/ LUSA.
Outubro 10, 2017

Joana Mortágua acompanhou, no parlamento catalão, a declaração de Carles Puigdemont. Para a deputada do Bloco de Esquerda, "a suspensão temporária da declaração de independência serve para impedir uma repressão imediata por parte de Madrid".

Outubro 10, 2017

Puigdemont afirmou que assume o “mandato do povo para que a Catalunha se converta num Estado independente em forma de República", propondo que nas próximas semanas o Parlamento "suspenda o efeito da declaração de independência para empreender um diálogo para chegar a uma solução acordada". Notícia atualizada às 23h40 de 10.10.2017.

Outubro 9, 2017

O porta-voz do Partido Popular diz que caso Puigdemont declare a independência da Cataunha, pode ter o mesmo destino de Lluís Companys, o presidente da república catalã fuzilado pelos franquistas em 1940.

Outubro 8, 2017

Na antevéspera da eventual declaração de independência, os seus adversários vieram de toda a Espanha para pedir a unidade do Estado e a prisão de Puigdemont. Em Madrid, Mariano Rajoy reafirma que não fará qualquer negociação.

Outubro 7, 2017

De Barcelona a Madrid, milhares de pessoas vestidas de branco encheram praças para reclamar o diálogo entre o governo de Rajoy e as autoridades catalãs.

Outubro 5, 2017

Durante uma manifestação no Porto de solidariedade com o povo catalão, o deputado bloquista afirmou que “há uma coisa que é fundamental, que é o direito dos povos decidirem dos seus destinos e das pessoas exercerem democracia e liberdade, sem serem vítimas de repressão”.