You are here

Almerinda Bento

Professora aposentada, feminista e sindicalista

Artigos do Autor(a)

2017/01/31 - 6:41pm

No próximo dia 11, passa 10 anos que as mulheres portuguesas finalmente alcançaram, em referendo popular, o direito a poder abortar até às dez semanas, de acordo com a sua vontade.

2017/01/06 - 7:21pm

A subtileza e sensibilidade de Ken Loach, dando título “Eu, Daniel Blake” ao filme, não esqueceu a outra parte da pobreza que geralmente é esquecida. Neste caso, Katie.

2016/12/25 - 10:37pm

Enquanto não for alterado o paradigma, que vitimiza as mulheres e crianças obrigando-as a fugir de casa (…) iremos continuar a ler notícias que referem que há a probabilidade de um determinado número de mulheres virem a ser assassinadas.

2016/11/10 - 12:03pm

Trump é a cereja no topo deste bolo desgraçado: Temer no Brasil, Erdogan na Turquia, Viktor Orban na Hungria…

2016/09/19 - 4:34pm

Foi com satisfação que assistimos há poucos dias à tomada de posição pública de Orham Pamuk – Prémio Nobel da Literatura em 2006 – sobre a situação na Turquia.

2016/08/19 - 9:50am

A propósito do uso e abuso desta expressão nos últimos tempos em alguns órgãos de comunicação social, gostaria de desmontar o que está, a meu ver, por detrás da utilização desta expressão do “politicamente correto”.

2016/08/16 - 2:42pm

Surpreendente, para ser lido com calma, saboreando os caminhos que Saramago nos convida a seguir ao longo das páginas deste romance. Texto de Almerinda Bento.

2016/07/22 - 12:11am

Julho de 2016, o presidente de um país que é fronteira entre dois continentes incita o seu povo a apoiar uma violação básica – o direito à vida – inscrito na Declaração Universal dos Direitos Humanos aprovada em 1948. Como se comportam os seus homólogos europeus e outros aliados?

2016/04/06 - 9:19pm

Eva Anadón foi presa pelas autoridades moçambicanas na sequência de um teatro de rua em que se insurgia contra o decreto governamental que proíbe as alunas de usarem saias curtas. Que crime cometeu Eva Anadón?

2015/12/27 - 10:42am

Com a Marisa Presidente temos a certeza de que o juramento de que desempenhará fielmente as funções em que ficará investida e defender, cumprir e fazer cumprir a Constituição será uma realidade e não a letra morta ou caricatura a que o cavaquismo nos sujeitou.

Pages