Está aqui

Breves

Turquia: Polícia reprime manifestação do 1º de Maio

Autoridades policiais usaram gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes que pretendiam comemorar o Dia do Trabalhador na Praça Taksim, em Istambul. A agência France Press noticiou que os manifestantes empunhavam faixas de contestação ao regime liderado por Recep Erdogan onde se podia ler “longa vida ao 1º de Maio, não ao ditador!”

As comemorações oficiais tiveram lugar em Bakirkoy, na costa europeia de Istambul, perto do aeroporto Atatürk.

Skinheads espancam casal

11 de Março 2015

Segundo o site do “Correio da Manhã”, um grupo de seis a oito skinheads espancou um casal junto a uma rulote de venda de alimentos e bebidas na madrugada de sábado passado em Santos, em Lisboa. A PSP detetou dois dos agressores numa operação stop, mas por falta de flagrante delito só um foi preso com duas soqueiras, está ligado a uma claque de futebol e vestia um blusão de Portuguese Hammerskin.

Bosch obrigada a reintegrar trabalhador precário como efetivo

11 de Março 2015

Um trabalhador da Bosch Car Multimedia levou a empresa a tribunal, porque não aceitou ser sempre precário, intermitentemente despedido e de novo contratado. Segundo a CGTP, o Tribunal de Trabalho de Braga e o Tribunal da Relação do Porto decidiram condenar a Bosch, obrigando-a a reintegrar o trabalhador, como efetivo, e a pagar-lhe todos os salários e subsídios, relativos aos cerca de dois anos que decorreram desde a entrada do processo em tribunal.

Ivo Opstelten

Ministro da Justiça da Holanda demite-se por mentir ao Parlamento

10 de Março 2015

Ivo Opstelten deu informações falsas aos deputados quando explicou um pagamento feito pelo Estado a um barão da droga a quem a Justiça holandesa confiscara os bens. Sem conseguir provar que essas verbas eram provenientes da atividade ilícita, o Estado teve de devolver-lhe o dinheiro, mas o ministro mentiu ao Parlamento quando informou o montante do pagamento, dizendo ter significativamente inferior e escondeu também a documentação referente ao processo, dizendo que tinha sido perdida.

Imprensa italiana põe referendo ao euro na boca de Varoufakis

8 de Março 2015

O ministro das Finanças grego deu uma entrevista ao Corriere della Sera, que lhe deu o título “A UE não aceita o plano da Grécia? Então podemos convocar um referendo sobre o euro”. A imprensa internacional reproduziu o título sem ler a entrevista, onde a referência ao euro como tema de referendo surge entre parêntesis numa nota da edição (ver imagem). Fontes do governo de Atenas disseram ao diário Avgi que não é a primeira vez que as “clarificações” da imprensa às palavras de Varoufakis mudam por completo o sentido das palavras do ministro. Varoufakis admitiu a hipótese de haver novas eleições ou convocar um referendo para decidir o que fará a Grécia caso não consiga um acordo que inclua a restruturação da dívida através da emissão de títulos com juros ligados ao crescimento da economia.

Espanha: sondagem arrasa bipartidarismo

8 de Março 2015

Uma sondagem da Metroscopia publicada este domingo no El Pais coloca o Podemos à frente, com 22.5%, seguido do PSOE, com 20.2%. O PP surge em terceiro, com 18.6%, quase empatado com os Ciudadanos, que obtêm 18.4%. Mais afastados estão a Izquierda Unida (IU/ICV) com 5.6% e a UPyD com 3.6%. Os dois partidos que dominaram a paisagem política espanhola vêem-se agora reduzidos a 38.8% das intenções de voto e a margem que separa o primeiro do quarto partido é de apenas 4.1%, um dado inédito em Espanha. Na Andaluzia, em plena campanha eleitoral, duas sondagens dão a vitória ao PSOE com 33.1% (La Razón) e 35.9% (Joly), ainda longe da maioria absoluta. O PP atinge 28.2% e 30.7%, respetivamente, e o Podemos é a terceira força com 14.3% e 19.4% das intenções de voto.

Marisa Matias participa em fórum internacional na Argentina

7 de Março 2015

O Fórum Internacional pela Emancipação e Igualdade decorre entre 12 e 14 de março, é organizado pelo Ministério da Cultura da Argentina e conta com a presença de convidados internacionais como Noam Chomsky, Piedad Córdoba, Ignacio Ramonet, Cuauhtémoc Cardenas, Jean Luc Mélenchon, Paco Ignacio Taibo II, Leonardo Boff, Gianni Vattimo, entre muitos outros. A eurodeputada bloquista intervém num debate com a ativista estudantil e deputada comunista chilena Camila Vallejo, a presidente do parlamento equatoriano Gabriela Rivadeneira e o ministro da Economia argentino Axel Kicillof. Todas as conferências poderão ser acompanhadas em streaming direto aqui.

Tsipras à Der Spiegel: “A ameaça à Europa não vem do Syriza ou do Podemos, vem da extrema-direita”

7 de Março 2015

Nesta entrevista à revista alemã Der Spiegel, Tsipras volta a afirmar que não quer um novo resgate, mas sim uma “rede de segurança” que venha acompanhada de um programa para o crescimento e não para a austeridade. O primeiro-ministro grego promete avançar com reformas que têm sido adiadas há décadas, como a luta contra a fuga ao fisco, e recusa privatizações que só servem para alimentar o “buraco negro da dívida”. Quanto às necessidades de financiamento da Grécia em março, Tsipras insiste na emissão de obrigações a curto prazo, que o BCE recusa, confiando que “ninguém vai arriscar a desintegração da Europa por causa de 1.6 mil milhões de euros”.

Lista de devedores à Segurança Social ficou indisponível

7 de Março 2015

O Bloco de Esquerda denunciou esta sexta-feira que o acesso à lista de devedores da Segurança Social ficou indisponivel na última semana, constando apenas a informação de que se encontra em atualização. "Não descurando a possibilidade de existência de um problema técnico, não deixa de ser surpreendente face aos recentes acontecimentos, que a lista de devedores à Segurança Social esteja indisponível para consulta neste momento", diz o Bloco de Esquerda no requerimento entregue ao ministro Mota Soares, a quem pede justificações para o estranho “apagão” da lista de devedores.

Arábia Saudita executou 39 pessoas desde o início do ano

5 de Março 2015

A Amnistia Internacional denuncia a aplicação da pena de morte na Arábia Saudita, a um ritmo sem precedentes. Nesta quinta-feira, foi executada a 39ª pessoa desde o início do ano. A Amnistia lembra também o caso do blogger Raif Badawi, condenado a 1.000 chicotadas e 10 anos de prisão e aponta outros factos brutais no reino saudita.

Auditoria forense culpa Ricardo Salgado de gestão ruinosa

5 de Março 2015

A auditoria forense ao Banco Espírito Santo, pedida pelo Banco de Portugal à consultora Deloitte diz que Salgado é responsável por atos de gestão ruinosa e desobediência ao BdP, informa o Jornal de Negócios.

Páginas