Está aqui

Breves

Este fim-de-semana, há concertos em espaços exclusivos do Palácio de Mafra

Este fim-de-semana, há concertos em espaços exclusivos do Palácio de Mafra

"A III edição do In'Musica caracteriza-se pelas influências da música portuguesa nos séculos XVIII e XIX, um período de relevo para a cultura e história do concelho de Mafra e do próprio Palácio", referem a Câmara Municipal de Mafra e a Cultur'canto associação cultural, entidades que co-organizam o festival.

Associando a música histórica portuguesa, vocal e instrumental, a organização do festival pretende criar uma "experiência única" para os espetadores, ao relacionar a interpretação da música histórica portuguesa com a riqueza acústica das salas do palácio.

O concerto de abertura realiza-se esta sexta-feira, às 21h30, na Sala Elíptica, pelo trio composto pelas sopranos Ana Paula Russo e Ariana Moutinho Russo, e Sérgio Silva, no cravo, com um reportório de música portuguesa do século XVIII.

Os concertos são de acesso gratuito, mas limitados à lotação das salas. Mais informação sobre o programa e reservas, aqui.

87.5% dos jovens portugueses são a favor da eutanásia, aponta estudo

12 de Outubro 2017

Quando o assunto são direitos civis, os “millennials” portugueses partilham as opiniões dos espanhóis, franceses, ingleses ou norte-americanos, diz o estudo que a RH Consulting fez para a Associação Empresarial Portuguesa. Mais de 80% dos cinco mil jovens entre os 18 e os 34 anos, inquiridos naqueles cinco países, declaram-se a favor da eutanásia, dos direitos iguais para homossexuais e do aborto legal. Em Portugal, esse apoio é de 87.5%, 82.4% e 84.3%, respetivamente, diz a agência Lusa.

Carles Puigdemont, Presidente da Generalitat, com Felipe VI, Rei de Espanha, e Mariano Rajoy, Primeiro-Ministro de Espanha. Foto de Andreu Dalmas. EPA/Lusa.

Rajoy envia unidades militares para a Catalunha

4 de Outubro 2017

Sessenta minutos depois da “declaração de guerra” proferida pelo Rei Felipe VI, esta terça-feira, o Ministério da Defesa do governo de Mariano Rajoy deu a ordem ao Ejército de Tierra para enviar unidades para a Catalunha, com o propósito de apoiar a polícia espanhola e a Guardia Civil. 

As unidades saíram de Zaragoza com destino a Barcelona e são constituídas por elementos de apoio logítsico (AALOG 41), com sede na Base San Jorge, num total de 20 camiões. As unidades estavam em “situação de pré-alerta” há uma semana, um protocolo que obriga os seus membros a estarem localizáveis para serem ativados num curto espaço de tempo. 

Esta decisão indica, desde logo que as forças da polícia espanhola na Catalunha - que ultrapassam as 10 mil - não serão retiradas, tal como foi pedido por todos os atores políticos da Catalunha, e que o Ejército está preparado e disponível para operações de envergadura contra a Catalunha.

Concentração de solidariedade com a Catalunha, dia 5 de outubro no Porto

4 de Outubro 2017

Para esta quinta-feira, no dia do feriado nacional que festeja a Implantação da República Portuguesa, está marcado um protesto de solidariedade com a Catalunha, às 15h, no Largo de José Moreira da Silva, no Porto.

A concentração é de solidariedade com o povo catalão e “em defesa dos princípios da democracia e da República, em particular do direito ao voto”.

No evento no Facebook, encontra-se a seguinte nota sobre o local escolhido: O Largo de José Moreira da Silva situa-se em frente à Escola Superior de Música e Artes de Espetáculo, muito perto do Consulado de Espanha.

Nas eeleições para a CT da Autoeuropa nenhuma lista teve maioria

CT da Autoeuropa: Nenhuma lista obteve maioria

3 de Outubro 2017

Nas eleições para a Comissão de Trabalhadores (CT) da Autoeuropa, que se realizaram nesta terça-feira 3 de outubro, a lista E, encabeçada por Fernando Gonçalves foi a mais votada, obtendo 4 mandatos, seguida pela lista D, encabeçada por Fausto Dionísio, que obteve 3 mandatos. Ambas as listas são independentes.

A lista C, encabeçada por José Carlos Silva e apoiada pelo sindicato Site-Sul, obteve igualmente 3 mandatos, enquanto a lista A, encabeçada por Paulo Marques alcançou um mandato.

A lista B, encabeçada por Isidoro Barradas e apoiada pela UGT, não elegeu ninguém, assim como a lista F, encabeçada pelo coordenador da anterior CT, Fernando Sequeira.

Nas eleições votaram 4.011 trabalhadores (78,2%) em 5.128 com direito a voto. A votação por lista foi a seguinte:

  1. E – 1.216
  2. D – 1.079
  3. C – 1.066
  4. A – 306
  5. B – 106
  6. F – 82
Presidente do PSD desde 2010, anunciou esta terça-feira que não se recandidata à liderança do partido. Foto de Estela Silva/Lusa

Passos Coelho não se recandidata à liderança do PSD

3 de Outubro 2017

Na reunião da Comissão Política Nacional do PSD, esta quarta-feira, Pedro Passos Coelho anunciou que não se iria recandidatar e reafirmou que não se demite. Porém, proferiu um discurso de despedida e sugeriu a antecipação do congresso e das eleições internas.

Assumindo que foi surpreendido pelo "pesado" resultado do seu partido, nas eleiçoes autárquicas deste domingo, Passos Coelho considerou que estes “também responsabilizam e penalizam a direção nacional”. “O partido não ficará em gestão, mas como não saio ileso, não deixo de tirar consequências para o futuro e essa consequência exprime-se na decisão de não me recandidatar”, disse, confirmando a decisão já anunciada esta tarde, à Comissão Política Nacional.

Depois de longos minutos a defender a necessidade de uma nova liderança para o partido, em tom de despedida, Passos Coelho também disse que não andará por aí a “rondar” nem a “assombrar”. Contudo, também não se vai “calar para sempre”. O líder mantém-se em funções e “não deixa o partido em gestão”, ou seja, não se demite, mas sugere eleições internas já daqui a dois meses. Neste tempo de transição, lançou dois nomes: Paulo Rangel, eurodeputado e vice-presidente do Partido Popular Europeu, e Hugo Soares, líder parlamentar.

Entretanto, Pedro Santana Lopes confessou estar a ponderar candidatar-se à liderança do partido, no habitual espaço de debate na SIC Notícias, na noite desta quarta-feira.

Bloco prevê “reforço substantivo” na representação autárquica

1 de Outubro 2017

Numa curta declaração à imprensa (ver vídeo) para comentar as projeções divulgadas pelos canais televisivos, Mariana Mortágua destacou a eleição de Ricardo Robles em Lisboa. “Os sinais que temos recebido do país apontam para um reforço substantivo da representação autárquica do Bloco de Esquerda”, acrescentou a deputada bloquista.

Como e onde votar hoje?

1 de Outubro 2017

Para saber o local de voto, número de eleitor e freguesia ou distrito consular a que pertence, qualquer eleitor recenseado poderá utilizar a página www.recenseamento.mai.gov.pt, bastando inserir o número de identificação civil (constante no Bilhete de Identidade ou Cartão de Cidadão) e Data de Nascimento. 

Se sabe o seu número de eleitor e freguesia onde se encontra recenseado, a Comissão Nacional de Eleições indica o local exato (rua ou edifício) e a secção em que vota.  

No local de voto, necessita apenas de ter consigo o Bilhete de Identidade ou Cartão de Cidadão. 

 

Polícia espanhola cria hashtag de mobilização contra a Catalunha

30 de Setembro 2017

A conta de Twitter do Ministério do Interior do governo espanhol criou a hashtag #EstamosporTI, com o propósito de agregar informação oficial sobre o referendo 1-O. Serve também a função de comprometer as forças de segurança na luta política contra a Catalunha, mobilizando o público nacionalista espanhol, o que representa mais um passo na guerra informática que o governo de Mariano Rajoy está a mover contra a Generalitat da Catalunha. 

Na sua primeira mensagem dedicada à hashtag, a Polícia Nacional declara "porque todos somos um, porque todos somos Espanha, pela nossa Democracia, pela legalidade...".

 

Eleições na Alemanha, previsão da televisão pública ZDF

Alemanha: Merkel vence eleições

24 de Setembro 2017

Sondagem no encerramento das urnas prevê que CDU de Merkel ganha as eleições, seguido de SPD e do partido de extrema-direita AfD. Die Linke deverá obter cerca de 9%. Martin Schulz, líder do SPD, recusa coligação com a CDU e deverá passar à oposição.

Segundo a previsão da televisão pública ZDF com sondagem à boca das urnas, a CDU de Angela Merkel ganha as eleições com um resultado entre 32,5% e 33,5%, seguida pelo SPD com 20% a 21% e, em terceiro lugar, o partido de extrema-direita AfD, que entra pela primeira vez no parlamento federal alemão com entre 13% e 13,5%. O partido de esquerda Die Linke deverá ter 9%, enquanto os liberais do FDP terão 9,9% e os Verdes 9,4%.

 

Eleições para a CT da Autoeuropa são a 3 de outubro de 2017

Autoeuropa: Seis listas concorrem para a CT

22 de Setembro 2017

Segundo a agência Lusa, Fernando Sequeira, atual coordenador da Comissão de Trabalhadores (CT), declarou: "Há seis listas candidatas, uma afeta à UGT, outra à CGTP e quatro listas de independendentes, ou seja, de trabalhadores que não estão vinculados ao movimento sindical". O período de entrega de listas terminou nesta sexta-feira, 22 de setembro, e as eleições realizam-se a 3 de outubro.

As eleições realizam-se depois da demissão da maioria da atual CT, após a rejeição pelos trabalhadores, em referendo, do pré-acordo estabelecido entre a administração e o órgão representativo dos trabalhadores.

Páginas