Está aqui

Breves

Este fim-de-semana, há concertos em espaços exclusivos do Palácio de Mafra

Este fim-de-semana, há concertos em espaços exclusivos do Palácio de Mafra

"A III edição do In'Musica caracteriza-se pelas influências da música portuguesa nos séculos XVIII e XIX, um período de relevo para a cultura e história do concelho de Mafra e do próprio Palácio", referem a Câmara Municipal de Mafra e a Cultur'canto associação cultural, entidades que co-organizam o festival.

Associando a música histórica portuguesa, vocal e instrumental, a organização do festival pretende criar uma "experiência única" para os espetadores, ao relacionar a interpretação da música histórica portuguesa com a riqueza acústica das salas do palácio.

O concerto de abertura realiza-se esta sexta-feira, às 21h30, na Sala Elíptica, pelo trio composto pelas sopranos Ana Paula Russo e Ariana Moutinho Russo, e Sérgio Silva, no cravo, com um reportório de música portuguesa do século XVIII.

Os concertos são de acesso gratuito, mas limitados à lotação das salas. Mais informação sobre o programa e reservas, aqui.

França: Fillon pondera desistir da candidatura presidencial

3 de Março 2017

François Fillon deverá desistir da candidatura presidencial se sentir que “a sua candidatura não tem apoio e força suficientes”, avança o site Politico. A decisão de Fillon está dependente da avaliação que será feita este domingo num comício que terá lugar na capital francesa. Uma fonte próxima do candidato da direita disse que “ele pode lutar contra juízes, mas não consegue lutar contra o seu próprio partido durante muito mais tempo".

Apesar de ter afirmado esta semana que não iria desistir, François Fillon não está a conseguir travar a saída daqueles que o apoiavam após ter sido revelado o escândalo relacionado com os empregos fictícios da mulher e dos  filhos e que o deverá levar a ter de responder perante a Justiça do país.

Funchal

Departamento de Saúde Mental da Madeira sem psiquiatras nas consultas

24 de Fevereiro 2017

Esta quinta feira no debate mensal com o Presidente do Governo Regional no Parlamento da Madeira, os deputados do Bloco denunciaram que neste momento o Departamento de Saúde Mental da Madeira não tem nenhum psiquiatra a dar consultas.

Segundo o grupo parlamentar bloquista, dos dois únicos médicos psiquiatras que prestam serviço no setor público, um está de licença de paternidade e o outro suspendeu as consultas para fazer serviço nas urgências. Por isso, denunciou o deputado Roberto Almada, os mais de mil utentes que eram atendidos no Departamento de Saúde Mental não têm acesso a qualquer consulta no setor público da saúde na Madeira. Além disso, quase um milhar de pessoas que eram atendidas no Departamento de Saúde Mental não têm qualquer consulta há mais de um ano "o que faz com que as pessoas estejam desesperadas e, muitas delas, tenham descompensado”, descreve Roberto Almada. 

O deputado regional Rodrigo Trancoso confrontou Miguel Albuquerque com o facto de alguns governantes regionais defenderem que o custo com a construção do novo Hospital da Madeira deve ser suportado na totalidade pelo Estado o que é inaceitável para o Bloco, que defende que o governo regional não pode desresponsabilizar-se de tal obra.

Milhares saíram à rua no México contra o “muro do ódio”

13 de Fevereiro 2017

A primeira manifestação na cidade do México contra as ameaças do novo presidente norte-americano juntou mais de 20 mil pessoas. Muitos dos manifestantes levaram bandeiras mexicanas, entoando palavras de ordem contra o muro prometido por Donald Trump para separar os dois países e impedir a passagem dos imigrantes para os Estados Unidos, mas também contra a corrupção no México.

Fukushima: níveis de radiação superam as previsões

12 de Fevereiro 2017

Um dos robôs de limpeza da companhia TEPCO teve de ser retirado esta semana da sua missão após sofrer danos no interior do reator nº 2 da central japonesa de Fukushima. Esta foi a segunda missão falhada das máquinas para analisar o estado do reactor. Estes robôs estão preparados para resistir a doses de radiação que seriam instantaneamente mortais para humanos. A empresa admite que os níveis de radiação são superiores às previsões.

Bloco/Aveiro quer repor oferta de transportes públicos

9 de Fevereiro 2017

O Bloco de Esquerda de Aveiro anunciou que vai propor na Assembleia Municipal "medidas urgentes" para repor a oferta de transportes públicos no concelho. A proposta dos bloquistas pretende "repor todas as carreiras, linhas, horários e paragens existentes antes de 01 de janeiro de 2017", data em que teve início a concessão ao grupo Transdev.

Os bloquistas pretendem ainda "anular o aumento de preços dos bilhetes e passes", além de "colocar em todas as paragens os horários atualizados, procedendo também à devida identificação de todas as paragens do município".

 

MUBI promove encontro sobre utilização de bicicletas

4 de Fevereiro 2017

O 2.º Encontro Nacional de Grupos Promotores da Mobilidade Urbana em Bicicleta realiza-se este fim de semana, em Lisboa, com o objetivo de partilhar ideias sobre o uso deste meio de transporte e também para delinear uma estratégia nacional para criar hábitos de utilização regular da bicicleta no dia a dia dos portugueses. Para Rui Igreja, da MUBI - organização responsável do encontro - , o objetivo do evento “é fomentar e incentivar maior comunicação entre grupos e organizações de ativistas pela mobilidade urbana em bicicleta, que possam partilhar experiências e trocar ideias”.

Segundo o responsável da MUBI “tem havido, de há uma série de anos para cá, uma evolução do número das pessoas” que usam este meio nas suas deslocações diárias.

Cerco ao Bairro 6 de Maio em curso

1 de Fevereiro 2017

O Bairro 6 de Maio na Amadora foi cercado, na manhã desta quarta-feira, devido a uma operação policial da PSP e da PJ.

Foram realizadas pelo menos 21 buscas domiciliárias e foram detidas cerca de sete pessoas.

São "suspeitos de participar em assaltos violentos na Amadora, nomeadamente nos transportes públicos e roubos na rua", disse o Intendente Luís Pedro da PSP da Amadora, de acordo a TVI 24.

As intervenções policiais no bairro são recorrentes e resultaram já em feridos graves, incluindo crianças e bebés em 2011.

CGTP evoca 40 anos do Congresso de Todos os Sindicatos

27 de Janeiro 2017

Este fim de semana passam 40 anos desde a realização do Congresso de Todos os Sindicatos, entre 27 e 30 de janeiro de 1977 no Pavilhão dos Desportos, em Lisboa. No site da CGTP, a efeméride é evocada como “uma das maiores, senão a maior realização de natureza sindical jamais promovida no nosso país em torno de questões e concepções sindicais”. O Congresso é um marco da história da central sindical, que aí definiu as suas linhas programáticas e adotou o nome de Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses – Intersindical Nacional.

Argelinos que fugiram do aeroporto absolvidos pelo tribunal

27 de Janeiro 2017

Pequena Instância Criminal de Lisboa absolveu Hichem Guellil e Mohamed Mechani dos crimes de atentado à segurança de transporte e introdução em lugar vedado ao público, e teceu duras criticas ao Ministério Público, à atuação “desastrosa” das forças policiais e à ANA.

Segundo o tribunal, não poderia ter existido a acusação de atentado à segurança de transportes, dado que não existiu qualquer queixa da entidade supostamente prejudicada, a ANA. Na verdade, a empresa reconhece, inclusive, que os dois homens não perturbaram qualquer voo. Também não existiu introdução em lugar vedado ao público, dado que o local por onde fugiram não cumpria esses critérios.

O julgamento decorreu na ausência dos arguidos, já que os mesmos foram repatriados pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) para o país de origem.

Parlamento aprova projeto bloquista sobre assédio moral no trabalho

27 de Janeiro 2017

A proposta do Bloco de Esquerda foi aprovada com os votos contra de PSD e CDS-PP. Foram ainda aprovados projetos do PCP, PAN e PS sobre esta matéria, sendo que, este último, mereceu a abstenção dos partidos de direita.

Veja a apresentação, por parte do deputado José Soeiro, do projeto de lei bloquista que cria um novo regime jurídico para combater o assédio no local de trabalho:
"Assédio moral tem consequências devastadoras para quem trabalha"

Páginas