Está aqui

Breves

Este fim-de-semana, há concertos em espaços exclusivos do Palácio de Mafra

Este fim-de-semana, há concertos em espaços exclusivos do Palácio de Mafra

"A III edição do In'Musica caracteriza-se pelas influências da música portuguesa nos séculos XVIII e XIX, um período de relevo para a cultura e história do concelho de Mafra e do próprio Palácio", referem a Câmara Municipal de Mafra e a Cultur'canto associação cultural, entidades que co-organizam o festival.

Associando a música histórica portuguesa, vocal e instrumental, a organização do festival pretende criar uma "experiência única" para os espetadores, ao relacionar a interpretação da música histórica portuguesa com a riqueza acústica das salas do palácio.

O concerto de abertura realiza-se esta sexta-feira, às 21h30, na Sala Elíptica, pelo trio composto pelas sopranos Ana Paula Russo e Ariana Moutinho Russo, e Sérgio Silva, no cravo, com um reportório de música portuguesa do século XVIII.

Os concertos são de acesso gratuito, mas limitados à lotação das salas. Mais informação sobre o programa e reservas, aqui.

ONU: 191 países exigem fim do embargo a Cuba, EUA e Israel votam contra

1 de Novembro 2017

A Assembleia Geral da ONU voltou a pronunciar-se pelo fim do embargo económico, comercial e financeiro norte-americano a Cuba. 191 países votaram a favor da resolução, EUA e Israel votaram contra. No seu discurso, o chefe da diplomacia cubana, Bruno Rodríguez Parrilla, afirmou que o seu país “jamais aceitará condicionamentos nem imposições” e recordou a Trump e à sua embaixadora Nikki Haley que o bloqueio “nunca funcionou, nem funcionará”. Por várias vezes a ONU aprovou resoluções pelo fim do bloqueio, e apenas no ano passado os EUA não votaram contra. Com a chegada de Trump à Casa Branca, foi travado o acordo para o restabelecimento de algumas relações entre os dois países, iniciado pela presidência de Obama.

Nova Iorque: Ataque causa 8 mortos e 12 feridos

1 de Novembro 2017

Uma carrinha abalroou várias pessoas em Nova Iorque, causando oito vítimas mortais - cinco argentinos, uma belga e dois americanos – e doze feridos. O condutor acabou por abandonar a viatura com duas armas, uma de 'paintball' e outra pressão de ar, tendo sido atingido pela polícia no abdómen.

Sayfullo Saipov, de 29 anos, natural do Uzbequistão, vive nos Estados Unidos desde 2010 e trabalhava para a UBER. Segundo as autoridades norte-americanas, Saipov, que atualmente se encontra hospitalizado, trazia na carrinha um bilhete no qual sinalizava que o ataque era cometido em nome do Daesh (Estado Islâmico).

O Presidente dos EUA já veio dizer que é tempo de “deixar o politicamente correto“ e que “temos de ser mais duros e mais inteligentes”. Donald Trump serve-se deste ataque para reforçar que é preciso restringir ainda mais a imigração.

Questionado pelos jornalistas sobre se iria enviar o autor do ataque para Guantánamo, Trump afirmou: “Certamente que vou considerar isso. Certamente vou considerar isso. Manda-lo para o ‘Gitmo’. Certamente vou considerar isso”.

Preço das casas da cidade de Lisboa regista subida recorde

31 de Outubro 2017

Lisboa não só é a cidade do país onde as casas são mais caras, como é na capital onde o preço mediano da habitação é o mais elevado, 2231 euros por metro quadrado. A média nacional fixa-se nos 896 euros. Num só ano, entre o segundo trimestre de 2017 e o período homólogo em 2016, o preço das casas aumentou 15,1%.

Segundo os mais recentes dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), acima dos 1500 euros por metro quadrado registam-se ainda os concelhos de Cascais, Loulé e Lagos. Na Área Metropolitana do Porto, o concelho que regista valores mais elevados é o Porto, onde o preço mediano por metro quadrado se situa nos 1171 euros.

Cristiano Ronaldo assinou a Carta aberta que exige inquéritos a acórdãos machistas

Cristiano Ronaldo assina petição “Essa Mulher Somos Nós”

28 de Outubro 2017

Cristiano Ronaldo assinou a Carta aberta que exige inquéritos a acórdãos machistas e escreveu: “A violência doméstica é um problema muito grave. As vítimas merecem ser tratadas de forma digna e justa .”

A petição, que foi lançada por organizações feministas e de apoio à vítima, como a UMAR, a APAV e Capazes, já foi assinada por mais de 15.711 pessoas, neste momento (sábado, 28 de outubro de 2017, 22.44h).

 

Adesão de 75% na greve dos médicos da região sul e ilhas

25 de Outubro 2017

A greve dos médicos está a ter uma adesão de cerca de 75% nos cuidados de saúde primários da região Sul e Ilhas, segundo os sindicatos dos médicos.

Em declarações à agência Lusa, Guida da Ponte, da comissão executiva da Federação Nacional dos Médicos (FNAM), revelou os primeiros dados da adesão à greve: “75% dos cuidados de saúde primários”.

Apenas três dos 25 blocos estão a funcionar no Hospital de Santa Maria, bem como no São José, onde três dos seis bloco a funcionar, adiantou Guida da Ponte.

A reposição dos direitos que foram retirados com a ‘troika’ são a principal razão para a greve, nomeadamente a redução de 18 para 12 horas semanais dos turnos nos serviços de urgência, bem como a diminuição dos utentes por médico de família de 1.900 para 1.500 pessoas.

Itália: Lombardia e Veneto votam em referendo por mais autonomia

23 de Outubro 2017

Os referendos consultivos tiveram lugar este domingo e deram uma vitória esmagadora aos defensores de mais autonomia, com percentagens acima dos 95%. As duas regiões, que concentram um terço do PIB italiano, pretendem reduzir o “défice fiscal” – a diferença entre o que contribuem para o Estado e as transferências deste para a região – e devem agora avançar com negociações com o governo italiano. Apesar das comparações, os organizadores recusam semelhanças com a Catalunha. "Não temos nada a ver com a Catalunha. Queremos autonomia, mais poder, mais competências e um federalismo fiscal, não a independência”, afirmou à agência Efe Luca Zaia, o presidente da região de Veneto eleito nas listas da xenófoba Liga Norte, tal como o governador da Lombardia, Roberto Maroni. A participação eleitoral rondou os 60% em Veneto e os 40% na Lombardia.

Segunda-feira há greve na limpeza do Hospital de São Francisco Xavier

22 de Outubro 2017

Os trabalhadores e trabalhadoras da Safira, a empresa responsável pela limpeza do Hospital de São Francisco Xavier, em Lisboa, vão fazer uma greve de 24h e uma concentração de protesto, na entrada principal do hospital, no próximo dia 23 de Outubro.

O trabalho desta pessoas é imprescindível para o funcionamento do hospital, mas o seu Contrato Coletivo de Trabalho não é respeitado, os feriados não são pagos como deveriam ser e os seus salários têm sofrido “cortes abusivos” todos os meses. Estas são as razões para uma nova greve de 24h. O protesto é convocado pelo Sindicato dos Serviços de Portaria, Vigilância, Limpeza, Domésticas, e atividades diversas (STAD). Mais informação aqui.

Incêndios: Meteorologia avisou que aquele seria “o dia mais perigoso do ano”

21 de Outubro 2017

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera avisou com 72 horas de antecedência que o passado domingo, 15 de Outubro, iria ser o dia mais perigoso do ano para a ocorrência de incêndios, mas alerta foi desvalorizado e a tragédia aconteceu mesmo.

Segundo as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), todos os concelhos do continente, sem excepção, estavam em risco elevado de incêndio nesse dia e mais de metade em risco muito elevado ou mesmo máximo. Nunca tinha havido sequer uma previsão tão alarmante. Contudo, perante tal previsão, não foi decretado o estado de calamidade pública com efeitos preventivos, ao contrário do que aconteceu no fim-de-semana de 19 a 20 de Agosto, quando o Governo decidiu avançar com esta medida e assim mobilizar mais meios, avança o Expresso, na edição deste sábado.  

Também a fase de alerta máximo, a fase Charlie, não foi prolongada, depois de terminar, como habitualmente, a 30 de Setembro. Em resultado disso, no passado domingo estiveram disponíveis apenas 18 meios aéreos para combater um total de 524 incêndios. A Autoridade Nacional para a Proteção Civil ainda colocou todos os distritos do país em alerta vermelho, mas o anterior reforço de meios ordenado pelo Governo (aumentando para 6400 operacionais, mais 882 do que o previsto para a fase Delta, que entrara em vigor a 1 de de outubro), não foi suficiente. A própria porta-voz da Proteção Civil, Patrícia Gaspar, já reconheceu que “teria sido benéfico ter tido mais meios aéreos”.

Tancos: Armas roubadas estavam a poucos quilómetros da base militar

18 de Outubro 2017

A Polícia Judiciária Militar anunciou ter recuperado o material de guerra furtado em junho dos Paióis Nacionais de Tancos. As armas, explosivos e granadas foram encontradas na região da Chamusca, a poucos quilómetros da base de Tancos, na sequência de uma denúncia anónima. Segundo o Expresso, uma fonte da investigação afirma que “foi encontrado praticamente tudo”, faltando apenas encontrar as munições desaparecidas.

Ministra da Administração Interna sai do governo

18 de Outubro 2017

Constança Urbano de Sousa apresentou o pedido de demissão, considerando a ausência de "condições políticas e pessoais" para continuar no cargo. O pedido foi aceite pelo primeiro-ministro. “Tendo terminado o período crítico desta tragédia e estando já preparadas as propostas de medidas a discutir no Conselho de Ministros extraordinário de dia 21 de outubro, considero que estão esgotadas todas as condições para me manter em funções”, afirma a ex-ministra na carta de demissão, esclarecendo que já tinha pedido a António Costa que a libertasse das suas funções logo após a tragédia de Pedrógão.

Páginas