Está aqui

A caolha

O seu aspecto infundia terror às crianças e repulsão aos adultos; não tanto pela sua altura e extraordinária magreza, mas porque a desgraçada tinha um defeito horrível: haviam-lhe extraído o olho esquerdo; a pálpebra descera mirrada, deixando, contudo, junto ao lacrimal, uma fístula continuamente porejante.

A produção literária de Júlia Lopes de Almeida foi vasta, mais de 40 volumes abrangendo romances, contos, literatura infantil, teatro, jornalismo, crónicas e obras didácticas. Na sua coluna no jornal O País, durante mais de 30 anos, discutiu variados assuntos e fez diversas campanhas em defesa da mulher. Participou das reuniões de formação da Academia Brasileira de Letras, da qual ficou excluída por ser do sexo feminino.  

AnexoTamanho
PDF icon A caolha80.33 KB

Sobre o/a autor(a)

Adicionar novo comentário