Está aqui

Luís Monteiro

Deputado. Estudante do ensino superior. Membro da coordenadora de estudantes do Bloco de Esquerda.

Artigos do Autor(a)

12 de Outubro, 2017 - 08:08h

No ano letivo que agora arranca, as Instituições públicas de Ensino Superior recebem mais 44.914 novos estudantes. Mesmo com este crescimento, dificilmente o país consegue cumprir o objetivo a que se propôs: ter um terço de diplomados em Portugal até 2020.

26 de Agosto, 2017 - 17:23h

Desenhar uma política pública para a cultura não tem, obrigatoriamente, de significar uma cultura de eventos massiva, que desvirtua a cidade.

8 de Agosto, 2017 - 23:14h

O atraso no pagamento das bolsas de doutoramento e o despotismo com que a FCT trata os seus trabalhadores contrasta com a construção da imagem inovadora com que este Ministério se apresenta ao país.

3 de Julho, 2017 - 15:39h

O resultado final alcançado, pela aprovação na AR das propostas de alteração ao decreto-lei 45/2016, materializa avanços importantes no caminho da dignificação da carreira docente do Ensino Superior Politécnico.

11 de Maio, 2017 - 11:56h

O avanço agora conseguido pelo Bloco constitui uma solução séria do problema da instabilidade laboral destes investigadores.

8 de Maio, 2017 - 23:23h

As garraiadas académicas, claramente identificadas com a cultura da praxe, provocam sofrimento e stress aos animais de forma absolutamente gratuita.

24 de Abril, 2017 - 10:30h

Com este modelo, a precariedade entre os docentes aumentou e a Democracia diminuiu.

18 de Abril, 2017 - 01:22h

Isto é um artigo sobre as propostas de algumas Juventudes Partidárias. Ou melhor: é um comentário sobre cantinas universitárias, populismo, serviço militar obrigatório e o papel que a(s) Esquerda(s) decidem ter.

1 de Abril, 2017 - 20:38h

Quanto mais inclusivo e democrático for o Ensino Superior, mais potencial de aumento da qualidade de vida se cria.

25 de Março, 2017 - 12:01h

Não basta querer virar as praxes do avesso, ou seja, tornar o abuso aceitável e a prática violenta numa coisa apetecível. Cair na falácia argumentativa da praxe boa e da praxe má, maquilhando um flagelo social, é varrer o pó para baixo do tapete.

Páginas