Está aqui

Catarina Martins

Coordenadora do Bloco de Esquerda. Deputada. Atriz.

Artigos do Autor(a)

13 de Julho, 2017 - 10:31h

Como podemos ter programa de desenvolvimento, inovação, coesão, se a gestão dos setores estratégicos não obedece a qualquer lógica que não a da acumulação acionista?

29 de Março, 2017 - 13:54h

Um projeto de cidade que leva a sério a Cultura é aquele onde a comunidade tem capacidade de propor usos não pensados antes para os espaços da cidade.

26 de Março, 2017 - 12:11h

Desde o crash financeiro de 2008, a política europeia é, na verdade, o outro nome da falência da União Europeia.

6 de Fevereiro, 2017 - 11:16h

Com o chumbo parlamentar do decreto que reduzia a TSU às empresas que praticam o Salário Mínimo Nacional, foi decretado no comentário público o estado de “crise da geringonça”.

3 de Janeiro, 2017 - 23:12h

Cumpriu-se um ano de execução do acordo para parar o empobrecimento, o acordo que permitiu um governo minoritário do PS com apoio parlamentar à esquerda. Fazer o balanço desse ano é compreender os passos a dar em 2017.

28 de Novembro, 2016 - 21:19h

Pode o centro, um dia apresentado como “centro vital” e condição da democracia, sobreviver à sua decrepitude e recompor o mundo? Deve a esquerda vergar-se à virtude do centro?

8 de Julho, 2016 - 22:43h

Não porque o Bloco o propõe, mas porque a pressão da política europeia se abate sobre as nossas vidas.

21 de Março, 2016 - 14:21h

Catarina Martins said in her intervention that "the deal with Turkey is the latest and most frightening step in this route". The leader of the Left Bloc criticised that "what is underway is a new attack on peripheral Eurozone countries in the name of recomposing European banks at the expense of public resources and democratic sovereignty".

8 de Março, 2016 - 15:05h

The new state budget begins the recovery of income for the lowest earners. By Catarina Martins.

4 de Março, 2016 - 23:16h

O que respondemos hoje a um desempregado que pergunte porquê? Porque apoia o Bloco, pela primeira vez, um Orçamento do Partido Socialista? É precisamente aos desempregados que a resposta é mais difícil de dar. Por Catarina Martins.

Páginas