Está aqui

Zimbabué: Mugabe renuncia à presidência para evitar impeachment

Ao fim de 37 anos no poder, Robert Mugabe abandona, esta terça-feira, a presidência do país para evitar ser destituído pelos deputados do partido que fundou, o Zanu-PF.

O presidente do parlamento do Zimbabué, a câmara baixa do país, revelou esta terça-feira que Robert Mugabe, após 37 anos à frente dos destinos do país, pediu a renúncia ao mandato.

Segundo a agência Lusa, este anúncio de Jacob Mudenda foi recebido com “aplausos e vivas por parte dos deputados”, que se encontravam reunidos em plenário para dar início ao processo de destituição de Mugabe, e com apitos de buzinas automóveis nas ruas da capital, Harare.

Ao renunciar formalmente à presidência, o ditador africano evita ser destituído do cargo através de um processo de impeachment desencadeado pelo partido que fundou e que até há uns dias atrás liderava, o Zanu-PF.

No processo, Mugabe enfrentava várias acusações, entre elas, a de ter “permitido à sua mulher usurpar o poder constitucional”.

Termos relacionados Internacional

Adicionar novo comentário