Está aqui

Realização de missas em escolas viola Constituição, defendem Associações de Pais

A Federação Regional de Lisboa das Associações de Pais (FERLAP) defende que esta prática “é inaceitável", exigindo que “a Constituição da República portuguesa seja cumprida”.

Em comunicado de imprensa, a Federação Regional de Lisboa das Associações de Pais (FERLAP) demarca-se por completo das palavras do Presidente da Confederação Nacional das Associações de Pais (CONFAP), da qual é associada, que referiu não ter “nada contra”, a realização de missas em escolas “desde que ninguém seja prejudicado".

Segundo a FERLAP, “a ser verdade, esta prática viola, pelo menos, dois artigos da Constituição da República Portuguesa”: o princípio da igualdade e o da liberdade de consciência, de religião e de culto. Por isso, a federação exige o cumprimento da Constituição.

Destacando que não se reveem na opinião do Presidente da CONFAP, as Associações de Pais sublinham que “é inaceitável que tal aconteça numa Escola Pública portuguesa”, exigindo que “a Constituição da República portuguesa seja cumprida”.

A Ferlap informa que enviou um ofício ao ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, “a solicitar esclarecimentos e a tomada das medidas necessárias à reposição da legalidade".

Termos relacionados Sociedade

Comentários

A missa é para explicar às crianças que durante séculos a igreja católica embruteceu o mundo? Impondo comportamentos, vigiando liberdades, caucionando morais. Fazendo a guerra e a destruição ora impondo o deus ora enfrentando outras religiosidades. Assassinando, torturando, queimando vivos, destruindo e perseguindo milhares de seres humanos, pela mão de inquisidores zelosos, cruéis, fanáticos e demoníacos, naquilo que foi o mais negro período da nossa história - a Santa Inquisição. Assassinado e mutilando com torturas e crueldades dignas de monstros dosinfernos milhares de índios americanos e milhões de africanos - vendidos, traficados, violados, mortos. Que dizer enfim do regabofe sexual, luxurioso e escandaloso que sempre se passou e continua a passar em conventos e mosteiros deste país? A peofilia.
São estes os tópicos da homília da missa escolar?
Ou é mais advertir e encaminhar as criancinhas tenrinhas para o seio dos bons cuidados de adultos beatos e ratos de sacristia lascívios e tarados?
'tou só a perguntar?!;-)))

Adicionar novo comentário