Está aqui

Moradores da Cova da Moura agredidos violentamente na esquadra da PSP de Alfragide

A PSP queixou-se nesta quinta-feira de uma suposta “tentativa de invasão” à esquadra de Alfragide. Nessa ação a polícia deteve cinco pessoas que tiveram de receber tratamento hospitalar, devido a violenta agressão dentro da esquadra. Uma moradora da Cova da Moura foi atingida por disparos da polícia, quando estendia a roupa num primeiro andar.
A PSP atingiu a tiro na Cova da Moura uma mulher de 35 anos, que se encontrava a estender roupa no primeiro andar de uma casa, e agrediu violentamente cinco detidos dentro da esquadra de Alfragide

Ao início da tarde desta quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015, uma patrulha da PSP da esquadra de Alfragide realizou uma operação de rotina no bairro da Cova da Moura. Nessa ação, a PSP deteve um jovem e agrediu-o violentamente, apesar de ele não ter oferecido resistência. A agressão foi presenciada por muitas pessoas, que protestaram contra a ação da polícia.

Perante os protestos, os agentes da PSP reagiram violentamente, perseguindo os moradores com cassetetes e disparos de balas de borracha.

Zulmira Coelho, da associação Moinho da Juventude, disse à Lusa que a polícia efetuou disparos em resposta às queixas de alguns moradores.

Uma mulher de 35 anos, que se encontrava a estender roupa no primeiro andar de uma casa foi "atingida com três tiros de borracha, no peito, na coxa e na face, de raspão", afirmou Zulmira Coelho, que acompanhou a vítima ao Hospital de São Francisco Xavier, em Lisboa.

Agressões violentas dentro da esquadra de Alfragide

Perante a detenção e agressão do jovem na Cova do Moura, vários moradores dirigiram-se à esquadra de Alfragide, para saberem o que se passava com o detido e apresentarem queixa pela atuação dos agentes.

A PSP da esquadra de Alfragide, que já se encontrava protegida por barreiras, não só não prestou informações, como passou à perseguição e agressão das pessoas, voltando a disparar balas de borracha.

Cinco pessoas foram então detidas pela PSP de Alfragide, entre as quais o “rapper” LBC. Estas pessoas foram violentamente agredidas dentro da esquadra, enquanto a PSP divulgava a informação de que teria havido uma suposta “tentativa de invasão” à esquadra de Alfragide.

Mamadou Ba, do movimento SOS Racismo, contou à Lusa que, pelas 18:45, os cinco detidos tiveram de ser transportados de ambulância para o Hospital Fernando Fonseca (Amadora-Sintra) e que "três deles estavam muito maltratados".

Uma fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) confirmou à Lusa que a PSP solicitou durante a tarde o transporte "de cinco feridos" para receber assistência hospitalar, mobilizando para a esquadra de Alfragide três ambulâncias do INEM e duas dos Bombeiros Voluntários da Amadora.

A PSP anuncia “tentativa de invasão” da esquadra

O subcomissário Hugo Abreu, porta-voz do Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da PSP, disse à agência Lusa que cerca das 14h uma carrinha da PSP que patrulhava o bairro da Cova da Moura foi atingida por uma pedra atirada por um jovem de um grupo de cerca de 10 pessoas.

O subcomissário Hugo Abreu disse que um polícia sofreu ferimentos ligeiros, no rosto e nos braços, e foi transportado para o Hospital de Amadora-Sintra, e que o jovem, de 24 anos, foi levado para a esquadra de Alfragide e confirmou à Lusa que a PSP chegou a disparar “um tiro de 'shotgun'” para o ar na Cova da Moura.

O porta-voz do Cometlis disse à Lusa que, na sequência da detenção do jovem na Cova da Moura, jovens, com idades entre os 23 e os 25 anos, "tentaram invadir" a esquadra e confirmou também que efetuaram cinco detenções, que a PSP voltou a disparar um tiro para o ar, que os detidos ficaram na esquadra e que seriam notificados para serem ouvidos no tribunal.

O porta-voz do Cometlis não disse à Lusa que os detidos foram agredidos e tiveram de ser tratados no hospital de Amadora Sintra.

Os jovens detidos, que foram agredidos violentamente pela PSP dentro da esquadra de Alfragide foram apresentados no tribunal da Amadora na manhã desta sexta-feira.

Notícia em atualização

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Sociedade

Adicionar novo comentário