Está aqui

Manifestação de 2 de março convocada para 38 cidades

Até à data, a manifestação "Que se Lixe a Troika. O Povo é quem mais ordena" já foi convocada para 31 cidades portuguesas, bem como para Barcelona, Paris, Madrid, Londres, Budapeste, Estocolmo e Boston. Os promotores do evento propõem opor “a esta onda que tudo destrói” a “onda gigante da nossa indignação”. A convocatória da iniciativa conta com 120 subscritores. Em atualização permanente.
15 de setembro, Praça de Espanha, Lisboa - Foto de Paulete Matos

Os promotores da manifestação de 15 de setembro, que se tornou na maior ação popular que se viveu em Portugal desde o 1º de maio de 1974, reunindo cerca de 1 milhão de pessoas um pouco por todo o país, agendaram uma nova iniciativa para dia 2 de março.

No comunicado de imprensa no qual anunciam a manifestação "Que se Lixe a Troika. O Povo é quem mais ordena", os organizadores esclarecem que na origem desta nova iniciativa está a “austeridade criminosa” que se abate “sem contemplações sobre cada um e cada uma de nós, sobre a estrutura da nossa sociedade, sobre os nossos direitos, as nossas escolas, os nossos hospitais, a nossa água, a nossa cultura, a nossa arte, sobre toda a nossa vida”.

Os 120 subscritores da convocatória do evento, publicada no facebook, entre os quais se encontram Carlos Mendes, músico, Camilo Azevedo, porta voz da Comissão de Trabalhadores da RTP, Maria do Rosário Gama, coordenadora da Associação de Aposentados, Pensionistas e Reformados, António Avelãs, dirigente sindical, Chullage, músico, e São José Lapa, atriz, apelam “a todos os cidadãos e cidadãs, com e sem partido, com e sem emprego, com e sem esperança” e a “todas as organizações políticas e militares, movimentos cívicos, sindicatos, partidos, colectividades, grupos informais” para que se juntem ao protesto.

A manifestação já foi convocada para 38 cidades, sendo que a iniciativa agendada para Lisboa conta atualmente com perto de 230 mil convidados.

Pode consultar aqui a lista de manifestações:

Aveiro. Ver evento no facebook.
Barcelona, Consulado Geral de Portugal, 12h. Ver evento no facebook.
Beja, 16h. Ver evento no facebook.
Boston, Boston Public Library, 18h. Ver evento no facebook.
Braga, Avenida Central, 15h. Ver evento no facebook.
Budapeste, 14h30. Ver evento no facebook.
Caldas da Rainha, Pç 25 de abril (Câmara Municipal), 14h30. Ver evento no facebook.
Castelo Branco, em frente à Câmara Municipal, 16h. Ver evento no facebook.
Coimbra. Ver evento no facebook.
Chaves, Lg das Freiras, 16h. Ver evento no facebook.
Covilhã, 15h. Ver evento no facebook.
Entroncamento, em frente à estação da CP, 16h. Ver evento no facebook.
Estocolmo, 15h. Ver evento no facebook.
Évora, Pç do Giraldo, 16h. Ver evento no facebook.
Faro. Ver evento no facebook.
Funchal, Pç do Município, 16h. Ver evento no facebook.
Guarda. Ver evento no facebook.
Horta, Pç da República, 10h. Ver evento no facebook.
Leiria, Fonte Luminosa, 15h. Ver evento no facebook.
Lisboa, Marquês de Pombal, 16h. Ver evento no facebook.
Londres, Embaixada Portuguesa15h. Ver evento no facebook. 
Loulé, 16h. Ver evento no facebook.
Madrid, Calle de Lagasca, 88 - 4º, 17h. Ver evento no facebook.
Marinha Grande, Parque da Cerca, 15h. Ver evento no facebook.
Paris, Consulado Geral de Portugal, 15h. Ver evento no facebook.
Ponta Delgada. Ver evento no facebook.
Ponte de Sor, Av. Liberdade, junto à Câmara Municipal, 16h. Ver evento no facebook.
Portalegre, Pç da República, 16h30. Ver evento no facebook.
Portimão. Ver evento no facebook.
Porto, Pç da Batalha, 15h. Ver evento no facebook.
Santarém. Ver evento no facebook.
Setúbal. Ver evento no facebook.
Sines, Rossio, 15h. Ver evento no facebook.
Tomar, 15h. Ver evento no facebook.
Torres Novas, Pç 5 de Outubro, 14h. Ver evento no facebook.
Viana do Castelo, Pç da República, 15h. Ver evento no facebook.
Vila Real. Ver evento no facebook.
Viseu. Ver evento no facebook.

Para convidar todos os seus amigos a participar no evento pode recorrer a várias ferramentas disponíveis na internet que permitem fazê-lo de forma rápida, sem ter que clicar um a um. Para isso, basta seguir estes simples passos:
1 - Usar o Mozzilla Firefox. Se não o tiver instalado, faça-o primeiro.
2 - Entrar no Facebook e abrir o evento.
3 - Clicar na opção de convidar amigos e correr a lista toda até à letra Z.
4 - No Firefox, lá em cima, clicar em "Ferramentas".
5 - Escolher a opção "Desenvolvedor Web".
6 - Clicar em "Scratchpad".
7 - Copie e cole o seguinte código para dentro da janela do Scratchpad:
javascript:elms=document.getElementsByName("checkableitems[]");for (i=0;i<elms.length;i++){if (elms[i].type="checkbox" )elms[i].click()};
8 - Clique em "Executar"/"Run".
9 - Espere. Todos os seus amigos serão agora seleccionados.
10 - Se não funcionar, clique novamente em "Executar".
http://internetparatodos.blogs.sapo.pt/361109.html

Artigos relacionados: 

Comentários

Eu vou , sempre fui , desde a 1ª ainda no tempo de Socrates .

Mas estou a ficar preocupado porque vejo algumas forças de esquerda tentarem apoderar-se de protestos que eram dos PORTUGUESES e não estavam conotados com correntes politicas .

Não tenho problemas em o afirmar , defendo mais uma filosofia politica de centro , algo que o PSD deveria reflectir e não o faz. O actual PSD tem a sua intervenção social e politica ainda mais á diretia do que o CDS e está apostado em destruir todo o equilibrio social .

Mas também sempre achei que os nossos partidos de esquerda mais não defendem do que minoriasque não querem respeitar os outros e tmbém não têm respostas realistas para os nossos problemas do dia a dia , optando pelo rally politico para serem vistos e notados .

Os problemas têm de ser resolvidos e qq cidadão , seja de esquerda ou direita , quer em 1º lugar uma vida condina e respeitada , dentro de um quadro e de uma sociedade com leis .

Faço por isso um apelo tardio , pf. movimentos de esquerda não se misturem e não aproveitem a onda , os vossos elementos, como cidadãos de pelno direito podem e devem participar mas ..... se eu vir uma baneira do pcp , do BE ou mesmo da cgtp e da ugt , vir-me-ei embora e aposto que outros milhares de cidadãos descontentes o farão também . A participação de partidos e movimentos politicos só faz com que haja divisão entre os portugueses num protesto que se quer expontaneo e plural ....

Estamos todos no mesmo barco , não vale a pena alguns quererem "marcar pontos " só para seu beneficio ...Vamos ver como corre....

Adicionar novo comentário