Está aqui

Legalização da canábis entrou em vigor na Califórnia

O primeiro dia do ano marcou uma viragem no panorama do proibicionismo global, com o estado mais populoso dos EUA a legalizar a canábis para fins recreativos.
Foto Dank Depot/Flickr

A partir de agora, um em cada três norte-americanos já pode adquirir canábis para uso recreativo no mercado legal. Os defensores da legalização acreditam que a entrada em vigor da legalização da canábis na Califórnia fará disparar o volume de negócios desta indústria e assim criar as condições para um “efeito dominó” no resto dos EUA e noutros países que mantêm o proibicionismo na lei.

Os californianos receberam o primeiro dia da legalização formando longas filas nos poucos dispensários já autorizados a vender a canábis. O número de licenças atribuídas vai multiplicar-se nas próximas semanas para além dos cerca de cem dispensários já autorizados. Muitos californianos já têm acesso à canábis pela via terapêutica, legalizada desde 1996, e o cultivo de pequenas quantidades foi legalizado em 2016.

OMS reconhece eficácia da canábis medicinal

Para além do grande número de consumidores, a Califórnia conta também com uma poderosa indústria neste setor, do cultivo à investigação médica e científica, calculando-se que a produção de canábis seja sete vezes superior ao do consumo naquele estado.

A Califórnia torna-se assim o sexto estado a legalizar a canábis para uso recreativo, a par do Colorado, Alaska, Oregon, Nevada e Washington, passando toda a costa leste dos EUA a dispor de canábis legal. Ainda este ano,  o estado do Massachussets vai juntar-se a esta lista, tendo neste momento em preparação a regulamentação do comércio da canábis.

Termos relacionados Internacional

Adicionar novo comentário