Está aqui

Esquerda.net apresenta novos podcasts

A partir desta semana, quem lê o esquerda.net vai passar a poder ouvir entrevistas e reportagens, mas também contos e artigos longos nos dois novos podcasts disponíveis no site e na sua aplicação favorita.
Podcasts Esquerda.net

A área de podcasts do esquerda.net foi preenchida nos últimos anos com “Os Cantos da Casa”, programa de música portuguesa realizado por Octávio Fonseca e Pedro Ramajal e que este mês chegou às 250 edições (subscrever aqui via iTunes ou RSS).

Já em 2017, passámos a publicar o “Quatro e Vinte”, um podcast de notícias e entrevistas editado por Luís Branco sobre a atualidade do proibicionismo e da legalização da canábis em todo o mundo (subscrever aqui via iTunes ou RSS).

A partir desta semana, contamos com dois novos podcasts: o “Mais Esquerda”, que à semelhança da edição em vídeo trará reportagens e entrevistas sobre temas da atualidade política, social e cultural do país; e o “Alta Voz”, com leitura de artigos longos, contos e outros textos.

Nos primeiros episódios do “Mais Esquerda” (subscrever aqui via iTunes ou RSS), publicamos uma entrevista com o filósofo Michael Löwy, uma reportagem sobre a perseguição a sindicalistas da segurança privada e um debate sobre o arranque do mandato de Donald Trump na Casa Branca, com Marisa Matias, Eduardo Paz Ferreira, António Louçã e Luís Trindade.

O podcast “Alta Voz” (subscrever aqui via iTunes ou RSS) estreia-se com três episódios: o conto “Arábia”, de James Joyce, lido por André Soares; o artigo "O Livro Maldito da Burocracia Soviética", de Luís Leiria, sobre o livro "Vida e Destino" de Vassili Grossman, lido por Pedro Carreira; e a apresentação de Fernando Rosas ao livro "A Senhora de Maio", de António Marujo e Rui Paulo da Cruz, lida pelo próprio Fernando Rosas.

Todos os podcasts podem ser ouvidos no esquerda.net mas também podem ser subscritos em qualquer aplicação para podcast disponível no computador ou telemóvel. Basta clicar na ligação respetiva junto a cada programa.

 

Termos relacionados Cultura

Adicionar novo comentário