Está aqui

Escritório de Arnaut já faturou mais de 400 mil com REN, onde ex-ministro é administrador

A sociedade de advogados de José Luís Arnaut, ex-ministro do PSD nos governos de Durão Barroso e Santana Lopes, já arrecadou pelo menos 406 mil euros desde 2014 em serviços jurídicos à REN, onde Arnaut é administrador não executivo desde 2012.
José Luís Arnaut, que foi ministro do PSD nos governos de Durão Barroso e Santana Lopes, esteve ligado a todas as privatizações - EDP, REN, ANA, TAP e CTT - e é, desde 2012, administrador da REN.

Segundo avança o jornal Expresso, a faturação de serviços jurídicos por parte da CMS Rui Pena & Arnaut à REN - Redes Energéticas Nacionais tem vindo a aumentar de ano para ano desde 2014.

Até setembro deste ano, a sociedade de advogados de José Luís Arnaut faturou 96 mil euros à REN, o que equivale a um aumento de 81% face aos primeiros nove meses do ano passado. O valor é, inclusive, superior ao montante total arrecadado em 2016.

José Luís Arnaut, que foi ministro do PSD nos governos de Durão Barroso e Santana Lopes, esteve ligado a todas as privatizações - EDP, REN, ANA, TAP e CTT - e é, desde 2012, administrador da REN.

Na privatização dos CTT, José Luís Arnaut assessorou o banco Goldman Sachs, que se tornou no maior acionista da empresa. A firma de Arnaut representou ainda os interesses de bancos como o Goldman Sachs e o JP Morgan nas negociações dos swaps com o Estado.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Sociedade

Adicionar novo comentário