Está aqui

Direitos dos cuidadores informais em debate no Porto

A falta de respostas públicas para os cuidados aos portadores de doenças neurodegenerativas e o Estatuto do cuidador informal são alguns temas em debate na sessão pública que o Bloco de Esquerda promove este sábado.

A sessão realiza-se no sábado, 6 de janeiro, a partir das 10h30 no Hotel Tuela (R. Arquitecto Marques da Silva 200, no Porto). E contará com a presença de Marisa Matias, eurodeputada do Bloco de Esquerda que tem dedicado muito empenho a esta questão. A sessão é aberta ao público e terá interpretação em língua gestual.

De acordo com a Entidade Reguladora da Saúde, num relatório de dezembro de 2015, Portugal tem a "menor taxa de prestação de cuidados não domiciliários" da Europa e "uma das menores taxas de cobertura de cuidados formais".

Para o deputado bloquista José Soeiro, “isto não é uma coincidência. O Estado não está a conseguir garantir as respostas que deveria dar às famílias e às pessoas dependentes destes cuidados. E ao não fazê-lo, empurra-se para as famílias a responsabilidade e obrigatoriedade da prestação de cuidados.”  

Marisa defende “verdadeiro Plano Nacional de Combate à Alzheimer”

José Soeiro será um dos oradores do encontro e foi autor do Relatório referente à petição do Grupo de Cuidadores Informais de doentes de Alzheimer e outras demências similares. Esta petição recolheu mais de 8 mil assinaturas a favor da "Criação do Estatuto do Cuidador Informal da pessoa com doença de Alzheimer e outras demências ou patologias neurodegenerativas e criação do Dia Nacional do Cuidador”. Em 2016, o parlamento aprovou várias recomendações ao governo para que fosse criado o estatuto do cuidador informal.

A sessão contará ainda com a presença de Alexandra Lopes, docente da FLUP e coordenadora do Módulo65+: Módulo de questões para o cuidado aos idosos; Constança Paúl, diretora do Programa Doutoral em Gerontologia e Geriatria das Universidades do Porto e de Aveiro; e Luísa Vieira, ativista e cuidadora.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Política

Adicionar novo comentário