Está aqui

A desvalorização do desporto

Escrevo este artigo pela simples razão de estarmos relativamente retrógrados no desporto em relação aos restantes países do mundo e por sermos o quinto país da Europa com maior nível de obesidade em jovens. Por André Teixeira.
Foto retirada de http://desportoescolar.dge.mec.pt.

Atualmente temos o 67º lugar na lista dos países mais medalhados nos Jogos Olímpicos de Verão, Portugal está atrás de países que seria impensável pensar que estão mais desenvolvidos a nível de desporto que nós, dou os exemplos do Quénia e do Uzbequistão. É claro que estes rankings não significam tudo, mas indicam os resultados que aconteceram desde a criação dos Jogos Olímpicos Modernos.

O porquê disto acontecer? A maior parte dos países ditos "desenvolvidos" tem cerca de 2 horas diárias de educação física para os alunos, em Portugal são 2 horas semanais, se não houver incentivo à prática do desporto não teremos muitos futuros atletas de sucesso mundial, ainda para mais, a infelicidade da taxa de natalidade estar a baixar só irá confirmar esta previsão.

O que Portugal ganha em ter atletas olímpicos e medalhados? Visibilidade, incentivo aos mais jovens em seguir os passos dos atletas mais velhos (algo que está a acontecer com os mais novos a tentarem seguir as pisadas de Cristiano Ronaldo).

A educação física apenas leva ao desporto federado? Não! Será crucial para os jovens de agora e os adultos do futuro poderem seguir uma vida saudável e de prática desportiva, algo que cada vez mais é reduzido devido ao sedentarismo. O nosso país precisa agora mais que nunca de uma população ativa, teremos cada vez mais idosos, os poucos jovens que esta nação tem não podem desperdiçar a tenra idade em sedentarismo e obesidade.

Para isso acontecer é necessário haver mais horas de educação física.

A prática do desporto faz com que o cérebro tenha maior capacidade de concentração, memorização e atenção o que levará a melhores resultados escolares.

Penso que depois deste artigo percebam que mais tempo de educação física para os alunos só trará benefícios tanto a nível pessoal como escolar e sem esquecer a parte das relações interpessoais em que o desporto é uma maneira de integração social.

Por fim recomendo vivamente que a disciplina de educação física não seja desvalorizada em relação às restantes, e que os professores da mesma também não o sejam.

Sim ao desporto, sim a uma boa qualidade de vida.

* André Teixeira – estudante.

Termos relacionados Comunidade

Adicionar novo comentário