Está aqui

Bloco Açores denuncia atrasos no complemento para aquisição de medicamentos

O Bloco Açores vai recomendar ao Governo Regional que regularize todos os pagamentos em atraso do complemento para aquisição de medicamentos pelos idosos (Compamid).
O atraso nas comparticipações está a penalizar sobretudo os idosos com reformas mais baixas
O atraso nas comparticipações está a penalizar sobretudo os idosos com reformas mais baixas

A proposta será apresentada com um pedido de urgência para que possa ser debatida e votada ainda durante o plenário da Assembleia Legislativa dos Açores que decorre na próxima semana no Faial.

O Compamid tem como base o reconhecimento que os pensionistas constituem um grupo com elevado risco de pobreza devido às pensões de baixo valor que a maioria recebe e à elevada despesa com o consumo crónico de medicamentos. Os atrasos verificados podem estar a colocar idosos com baixos rendimentos em dificuldades.

Atrasos preocupantes

O pagamento de despesas com a aquisição de medicamentos deve ser efetuado mensalmente ao beneficiário, mas o Bloco tem conhecimento de casos em que não foi efetuado qualquer pagamento desde maio do ano passado.

Os bloquistas salientam que a previsibilidade dos pagamentos é essencial para muitos pensionistas, tendo em conta as suas reduzidas pensões, para fazer face às suas despesas mensais.

Desta forma, o Bloco Açores enviou, no passado dia 16 de dezembro, um requerimento ao Governo Regional com perguntas sobre estes atrasos. O prazo legal para o envio de resposta por parte do Governo Regional ainda está a decorrer, mas o impacto que o atraso no pagamento do Compamid tem na vida dos idosos beneficiários levou o Bloco a levar já o assunto ao parlamento, sem prescindir da resposta às perguntas enviadas anteriormente.

Notícia publica no site do Bloco de Esquerda dos Açores

Termos relacionados Política

Adicionar novo comentário