Está aqui

Autoeuropa: CT e administração chegam a um pré-acordo

O pré-acordo sobre os horários de trabalho a partir de 2018 foi assinado por todos os membros da Comissão de Trabalhadores (CT), será debatido em plenários a realizar nesta quinta-feira (23 de novembro) e será votado pelos trabalhadores na próxima semana.
Autoeuropa, dezembro de 2016 – Foto de Mário Cruz/Lusa
Autoeuropa, dezembro de 2016 – Foto de Mário Cruz/Lusa

Na Autoeuropa, a CT e a administração aprovaram um pré-acordo, a que pode aceder aqui.

Em declarações à agência Lusa, o atual coordenador da CT, Fernando Gonçalves, salientou que o acordo prevê dois tipos de horário diferentes: um para o período que vai de fevereiro a julho de 2018 e outro a partir de agosto de 2018.

Fernando Gonçalves realçou também que os trabalhadores vão rodar pelos três turnos semanalmente, em vez de ficarem várias semanas em cada desses turnos, e que o acordo foi assinado por todas as 11 pessoas eleitas para a CT por diferentes listas.

Em comunicado, a CT diz que "conseguiu garantir a distribuição do horário semanal de segunda a sexta-feira na fase de transição, a manutenção do trabalho extraordinário como tal, a rotação semanal entre turnos, menos sábados trabalhados, mais dias de descanso para os trabalhadores e prevê ainda para 2018 a contratação de cerca de mais 400 trabalhadores, de modo a ser possível a introdução da quarta equipa de trabalho".

O jornal “I” destaca que, pelo pré-acordo agora assinado, os trabalhadores terão de trabalhar dois sábados por mês e, a partir de agosto de 2018, trabalharão também ao domingo. Até julho de 2018, cada sábado trabalhado dará lugar a um dia de folga, e a remuneração será do salário-base acrescido de subsídio de turno, não podendo ser “inferior a 175 euros”, desde que o trabalhador “cumpra com o seu plano individual de trabalho”.

A partir de agosto de 2018, será criado uma quarta equipa de trabalho para garantir o funcionamento num “modelo de trabalho de laboração contínua” - os trabalhadores abrangidos terão direito a um pagamento mensal de 150 euros.

Recorde-se que, em 28 de julho passado, os trabalhadores da Autoeuropa rejeitaram um pré-acordo que tinha sido assinado entre a anterior CT e a administração. Posteriormente, a anterior CT demitiu-se, os trabalhadores fizeram uma greve muito participada e que paralisou a fábrica no final de agosto passado e, em 3 de outubro passado, foi eleita uma nova CT.

O pré-acordo a que a atual CT e a administração da Autoeuropa chegaram esta semana será debatido em três plenários que se realizarão esta quinta-feira, 23 de novembro: entre as 5.40h e as 7h10, para o turno da noite; entre as 9h e as 10h30, para o turno da manhã; entre as 15h30 e as 17h, para o turno da noite.

O pré-acordo será votado por todos os trabalhadores em referendo, na próxima semana.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Sociedade

Adicionar novo comentário