Está aqui

1% da população portuguesa detém 21,3% de toda a riqueza do país

Em Portugal, 118 mil pessoas controlam mais de 20% de toda a riqueza nacional. O trabalho não é a principal fonte de rendimento deste 1% de portugueses mais ricos, conclui estudo apresentado esta segunda-feira.
Soares dos Santos e Passos Coelho. Foto de Nuno André Ferreira/Lusa

Se a riqueza nacional representasse 1 euro e a dividíssemos pela população portuguesa, os 1% mais ricos teriam direito a 21 cêntimos e o resto da população a 79 cêntimos. Esta é a conclusão da tese de mestrado do jornalista Paulo Ribeiro Pinto, que se dedicou ao estudo da distribuição da riqueza em Portugal.

Segundo o estudo agora apresentado, 21,3 por cento de toda a riqueza do país é detida por apenas 1% da população, cerca de 118 mil pessoas, cujos principais rendimentos não advém do trabalho, mas de rendas.

"Há 118 mil pessoas em Portugal que detém uma quantidade de riqueza muito grande, mas rendimentos muito baixos. Ou seja, há pessoas em Portugal que vivem dos rendimentos que não do trabalho. Vivem de rendimentos patrimoniais vários", explicou o jornalista à Rádio Renascença.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Sociedade

Adicionar novo comentário